Atacantes do Botafogo estão longe da média de artilharia nos anos 2000, que é de 19 gols
Aguirre decepciona com apenas um gol até aqui (Foto: Vítor Silva/SSPress/Botafogo)

Atacantes do Botafogo estão longe da média de artilharia nos anos 2000, que é de 19 gols

Brenner e Kieza fizeram oito gols cada até aqui; Aguirre, que chegou com esperança de gols, tem apenas um em 17 jogos

gabrielpereira
Gabriel Pereira

Desde 2000 até agora muitos atacantes vestiram a camisa do Botafogo, e todos eles tinham uma coisa em comum: gols. A média dos artilheiros do glorioso por ano neste período, desde Zé Carlos até Roger, é de 19 gols. Dodô, com 34 gols na temporada de 2007, Wellington Paulista, com 29 em 2008, e Louco Abreu com 26 em 2011, são os principais artilheiros.

Mesmo com o histórico favorável aos centroatacantes que vestem a camisa alvinegra, os atacantes desta temporada estão deixando a desejar. Kieza e Brenner tem apenas oito gols cada, e Aguirre, que chegou com status de goleador, fez apenas um gol em 17 jogos.

Brenner, que atuou nas últimas cinco partidas, é quem está a mais tempo sem marcar. A última vez foi no dia 28 de abril, na vitória por 2 a 1 sobre o Grêmio, no Nilton Santos, pela terceira rodada do campeonato brasileiro

Já Kieza balançou as redes pela última vez antes da Copa do Mundo, dia 10 de junho, quando marcou dois gols no empate em 3 a 3 com o Bahia, na Arena Fonte Nova. O jogador está sem atuar desde o dia 12 de agosto, quando sofreu uma lesão no músculo posterior da coxa direita

O centroatacante que está a menos tempo sem marcar é Rodrigo Aguirre, que marcou no dia 25 de agosto, contra o Sport, no Nilton Santos. Porém, este foi o único gol marcado pelo uruguaio com a camisa alvinegra desde a estréia contra o Fluminense, no dia 14 de maio. O zagueiro Igor Rabello, o meia Léo Valência e o atacante Rodrigo Pimpão são outros que mais fizeram gols, com quatro cada. 

Buscando melhorar esses números, o Botafogo foi ao mercado e contratou o atacante Erik. Apesar de não ser centroavante,  o glorioso tem esperança na velocidade e habilidade do jogador para ajudar Brenner, Kieza e Aguirre a encerrarem a má fase diante do gol.

Para alcançar ou ultrapassar a média de 19 gols dos atacantes nos anos 2000, os centroavantes alvinegros terão 14 jogos do Brasileirão pela frente, e mais os jogos pela Sul-Americana, que pode chegar a mais oito partidas se alcançar a final da competição.

Veja os artilheiros do Botafogo nos anos 2000


2000- Zé Carlos- 17
2001- Taílson e Rodrigo- 16 
2002- Dodô- 26 
2003- Leandrão- 17 
2004- Alex Alves- 12 
2005- Alex Alves- 22 
2006- Dodô- 24 
2007- Dodô- 34 
2008- Wellington Paulista- 29 
2009- Victor Simões- 19 
2010- Loco Abreu- 24 
2011- Loco Abreu- 26
2012- Elkeson- 18 
2013- Rafael Marques- 19 
2014- Zeballos- 9 
2015- Sassá e Bill- 11 
2016- Sassá- 14 
2017- Roger- 17 

VAVEL Logo

    Botafogo de Futebol e Regatas Notícias

    há 4 dias
    há 4 dias
    há 5 dias
    há 7 dias
    há 8 dias
    há 10 dias
    há 10 dias
    há 10 dias
    há 10 dias
    há 12 dias
    há 14 dias