Atacante Everton se diz pronto para desafio na Seleção Brasileira: "Tive uma evolução grande"
Foto> Lucas Figueiredo/CBF

Atacante Everton se diz pronto para desafio na Seleção Brasileira: "Tive uma evolução grande"

Em sua primeira coletiva pela Seleção, atacante mostra timidez e diz que pode atuar em várias posições que Tite precisar e já pensa no trote

gbzinho
Gabriel Gonçalves

Everton foi escalado para falar na primeira coletiva da Seleção Brasileira, nos Estados Unidos, antes do treino desta segunda-feira. O gremista foi chamado para atuar em uma das pontas do ataque, mas disse que está à disposição do técnico Tite, para atuar em qualquer lugar do ataque para os amistosos contra Estados Unidos e El Salvador, nos dias 7 e 11 de setembro.

"Futebol de hoje em dia enaltece a versatilidade no ataque, atuar dos dois lados do campo, por dentro, falso 9 como venho atuando no Grêmio às vezes. Estou pronto, preparado para o que o professor precisar. De ambos os lados temos opções de alto nível e quero aprender com eles ", disse. 

Aos 22 anos, a joia do Grêmio, recebe a sua primeira chance na Seleção. E acredita que a oportunidade é consequência de uma evolução ao longo da temporada, principalmente pelo fato de ter conquistado a titularidade no Tricolor. 

"Eu tinha pontos que deixava a desejar antes (quando ainda era reserva de Pedro Rocha), muito a evoluir na parte tática. Agora pude ter uma sequência de jogos, tive uma evolução grande, nunca deixei cair, de trabalhar, sabia que a oportunidade ia aparecer e estou sendo recompensado", expressou.

Segundo o jogador, a participação do comandante Renato Gaúcho  foi decisiva para essa evolução.

"Renato é um cara que sempre procura conversar com quem ele tem em mãos. Foi o que fiz no clube que me trouxe à Seleção. Ele me disse para fazer o mesmo que o trabalho iria evoluir e dar certo", frisou. 

Preocupação com o trote

Além de Paquetá e Everton, a Seleção inicia novo ciclo de jogadores com Tite, como Richarlisson e Andreas Pereira. A tradição diz que os quatros passarão por um trote durante o jantar, com direito a cantar e dançar em cima de uma cadeira. A brincadeira já causa preocupação entre eles.

"Já pensei em várias músicas para cantar no trote, mas na hora dá um branco. Gosto de pagode e forró ", comentou.  

No final da coletiva, ele e Paquetá concordaram que o prêmio de melhor jogador estará em boas mãos se for destinado a Cristiano Ronaldo, anunciado nesta segunda-feira como um dos três finalistas ao "The Best com Salah e Modric.

"É até uma injustiça serem apenas esses três na final do prêmio. É difícil, mas eu votaria no Cristiano ", encerrou.

VAVEL Logo

    Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense Notícias

    há 14 dias
    há 15 dias
    há 16 dias
    há 15 dias
    há 18 dias
    há 22 dias
    há 22 dias
    há 22 dias
    há 22 dias
    há 25 dias
    há um mês