Mano Menezes revela que juiz pediu desculpa por gol mal anulado do Cruzeiro

Treinador celeste se mostrou indignado com o tentos não marcados

Mano Menezes revela que juiz pediu desculpa por gol mal anulado do Cruzeiro
Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro

A tarde foi amarga para o torcedor celeste. Neste sábado (8), o Cruzeiro empatou por 0 a 0 com o Sport, na Ilha do Retiro, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro. Está é a nona vez em que a equipe estrelada soma apenas um ponto. Com o placar a Raposa permanece na sétima posição, com 33 pontos conquistados.

Mais a história poderia ter sido outra. Aos 29 minutos do primeiro tempo, o árbitro marcou impedimento no gol feito por Barcos, contudo, o atacante estava em condição legal. O técnico Mano Menezes lamentou a situação e pediu para as arbitragens cooperar.

+ Procurando camisas do Cruzeiro com desconto? Vai na Futfanatics

“Vamos falar objetivamente de futebol para não fazer tese. Quantos gols legais o Cruzeiro teve anulados na competição? Pode ter certeza que são seis. Põe esses seis na artilharia, considerando o fato que você faz 1 a 0 no primeiro tempo e abre a possibilidade de fazer mais. A equipe está produzindo, criando. Eu só pediria que deixasse a gente fazer os gols que estamos fazendo. Só dessem validade a eles. Depois voltamos a conversar”, confessou.

Mano ainda comentou que o juiz se desculpou durante o intervalo. O comandante ainda explicou que situações como essas mudam o rumo da partida.

"Ele pediu desculpas a mim também, quando estava saindo do gramado. Ele fez uma boa arbitragem, mas que fica manchada com um lance capital do jogo. Falei para ele que chateia a gente é o acumulado de muitos gols legais que são anulados. Um gol desse muda a trajetória de uma partida, então você submete o adversário a uma pressão. Lutamos. Fizemos um bom jogo e desperdiçamos uma penalidade máxima. Vamos torcer que os gols perdidos sejam guardados para os momentos importantes que teremos pela frente", finalizou.