Ameaçados pelo Z-4, Fluminense e Botafogo fazem no Maracanã clássico por recuperação na tabela

Equipes vivem momentos parecidos no Campeonato Brasileiro e veêm parte de baixo da tabela se aproximar

Ameaçados pelo Z-4, Fluminense e Botafogo fazem no Maracanã clássico por recuperação na tabela
Foto: Flickr Fluminense
Fluminense
Botafogo
Fluminense: Júlio César, Léo, Gum, Digão e Ayrton Lucas; Richard, Dodi e Luciano; Everaldo, Matheus Alessandro e Kayke
Botafogo: Saulo, Marcinho, Igor Rabello, Yago e Moisés; Rodrigo Lindoso, Gustavo Bochecha, Matheus Fernandes e Luiz Fernando; Erik e Kieza.
ÁRBITRO: Leandro Pedro Vuaden (RS); Assistentes: Jorge Eduardo Bernardi (RS) e Leirson Peng Martins (RS).
INCIDENCIAS: 24ª rodada do Campeonato Brasileiro, no Maracanã.

Em um confronto direto entre dois clubes que precisam se distanciar da zona de rebaixamentoFluminense e Botafogo fazem o clássico carioca da 24ª rodada do Campeonato Brasileiro, neste domingo, às 16h (de Brasília), no Maracanã.

O Tricolor completou o terceiro jogo sem triunfo ao empatar sem gols com o Vitória no meio de semana e tem 28 pontos, dois a mais que o Glorioso, que vem de empate por 1 a 1 com o Cruzeiro na capital carioca.

+ Confira ofertas do nosso parceiro FutFanatics

Para se distanciar da zona de perigo - Parte 1

Em termos de escalação, o Fluminense vai repetir o time que empatou com o Vitória, já que segue sem poder contar com o meia Junior Sornoza, servindo à seleção equatoriana em amistosos internacionais, e nem com o atacante Pedro, que continua tratando a lesão nos ligamentos do joelho direito.

Os tricolores sabem que existe a pressão pela sequência de maus resultados. “Estamos chateados, pois a gente sempre quer a vitória e estamos lutando pelos resultados, que não acontecem. Contra o Botafogo vamos trabalhar para interromper esta sequência”, disse o volante Richard.

Marcelo Oliveira, comandante do Fluminense, cobra eficiência de sua equipe para conseguir um bom resultado no clássico.

“Temos que ser eficientes em alguns aspectos, como por exemplo, a capacidade de finalizarmos. Acho que é um pouco de ansiedade, não falo de competência. As jogadas foram criadas. É o trabalho. O futebol por vezes é assim. Contra o Botafogo precisamos progredir neste aspecto”, disse o treinador.

Para se distanciar da zona de perigo - Parte 2

Pelo lado do Botafogo, Zé Ricardo perdeu o zagueiro argentino Joel Carli e o volante Jean, ambos suspensos por terem recebido o terceiro cartão amarelo contra o Cruzeiro. O primeiro será substituído por Igor Rabello, que volta de suspensão. Com isso, Yago segue entre os titulares. A vaga de Jean ficará com Matheus Fernandes.

Os botafoguenses pregam o poder de concentração como arma fundamental para sair com a vitória contra o Fluminense.

“Em um clássico o equilíbrio é muito grande e por isso mesmo não podemos cometer erros. Precisamos de capacidade para pressionarmos o adversário, mas sem ficarmos expostos a contra-ataques. Tem tudo para ser um embate bem equilibrado”, disse o lateral-direito Marcinho.

Zé sabe a necessidade de vitória e que as últimas exibições trazem um peso grande para a partida de logo mais.

“O nosso pensamento é sempre o de ganhar os jogos e sabemos que não podemos adiar a conquista de pontos. Contra o Grêmio (goleada por 4 a 0) fomos mal, perdemos. Evoluímos e jogamos muito bem com o Cruzeiro, mas só empatamos. Esta evolução precisa ser constante, mas precisamos de um grande resultado no clássico, mesmo sabendo como é complicado enfrentar o Fluminense”, disse Zé Ricardo.

No primeiro turno do Campeonato Brasileiro as duas equipes se enfrentaram no Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro, e naquela ocasião o Botafogo ganhou por 2 a 1. Rodrigo Lindoso e Kieza anotaram os gols do Alvinegro, com Pedro descontando para o Flu.