Com um gol em cada tempo, Bahia e Palmeiras empatam na Fonte Nova
Bahia e Palmeiras empatam na Fonte Nova

Com um gol em cada tempo, Bahia e Palmeiras empatam na Fonte Nova

A equipe baiana saiu na frente do placar, mas o Alviverde empatou na reta final do jogo

samueljmsoares
Samuel Soares
BahiaBahia: Douglas; Nino, Grolli, Lucas Fonseca e Léo; Gregore, Elton (Edson), Ramires, Zé Rafael e Elber (Marco Antonio); Gilberto (Junior Brumado). Tec: Enderson Moreira
PalmeirasPalmeiras: Weverton; Marcos Rocha, Luan (Antonio Carlos), Gustavo Gomez e Victor Luís; Felipe Melo, Jean e Bruno Henrique (Dudu); Lucas Lima, Hyoran (Willian) e Borja. Tec: Felipão
PlacarPlacar: 1º tempo: 1-0, 18 min, Gilberto. 2º tempo: 1-1, 79 min, Felipe Melo.
ÁRBITROHeber Roberto Lopes
INCIDENCIASO jogo da 25º rodada do Campeonato Brasileiro , que foi realizado na Arena Fonte Nova, em Salvador

O Bahia recebeu o Palmeiras em casa pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro, os donos da casa saíram na frente com Gilberto ainda no primeiro tempo. Na segunda etapa, Felipe Melo empatou para o Verdão.

+Confira as ofertas do nosso parceiro FutFanatics

O Palmeiras foi com um time diferente do que costuma jogar o Brasileiro, alguns jogadores que são considerado titulares começaram jogando. Entretanto, quem teve a primeira grande chance do jogo foi a equipe do Bahia. Gilberto finalizou com perigo e obrigou Weverton a fazer boa defesa logo aos cinco minutos de jogo.

Na sequência do lance, Zé Rafael chutou para fora. Nos 18 minutos iniciais, a equipe da casa teve volume maior de jogo ofensivo, tentando pressionar o Palmeiras. O alviverde não conseguia ter posse de bola e nem sair para o jogo. E após jogada do garoto Ramires, o centroavante Gilberto não desperdiçou a oportunidade e abriu o placar para o time baiano.

Os minutos seguintes foram menos movimentados. O Bahia já não saia tanto para o jogo por estar na frente do marcador, mas o Palmeiras seguia com dificuldades de organizar jogadas de ataque, mesmo tendo a bola.

A marcação do time da casa não permitia jogadas de bola longa e nem que suas laterais fossem exploradas. Turra, que substituiu o suspenso Felipão, trocou Hyoran e Jean de lado, mas a mudança não surtiu efeito pela falta de profundidade nas jogadas em ambas as pontas. O auxiliar ainda foi obrigado a tirar o zagueiro Luan, que sentiu no primeiro tempo e pediu substituição.

O Palmeiras conseguiu sua primeira chance clara apenas aos 42 minutos. O lateral Marcos Rocha foi ao ataque, aplicou bela caneta no marcou e cruzou bem para Borja. O atacante colombiano desperdiçou a única chance clara do time até então.

A etapa final começou com o Palmeiras tentando ir pra cima em busca do empate, a equipe seguia com dificuldades em ser efetivo e dava mais espaços para o Bahia criar suas jogadas. Aos quinze minutos, Turra colocou o meia-atacante Dudu no lugar de Bruno Henrique para tentar explorar as pontas. Jean passou a jogar de segundo volante.

A substituição não teve muito efeito. O relógio já marcava mais da metade do segundo tempo e  o Tricolor de Aço estava mais próximo de ampliar o placar do que de sofrer um gol. E então a última cartada do Palmeiras foi utilizada, Willian Bigode entrou no lugar do jovem Hyoran, que fez uma partida apagada.

As principais jogadas do Bahia saiam pela lateral-direita. Nino Paraíba não tinha dificuldades de chegar ao ataque, mas tinha que redobrar a atenção devido à entrada de Dudu, que atacava pelo seu lado. Porém, quando o jogador fez uma jogada pelo outro lado, conseguiu um escanteio.

A equipe aproveitou a chance de bola parada e Felipe Melo empatou o jogo para o Palmeiras. Após o empate, o alviverde conseguiu entrar no jogo e já não sofria tanto perigo como no resto da partida. E então o jogo terminou com certo equilíbrio.

O Palmeiras visita na próxima rodada a equipe do Sport, na Ilha do Retiro. Já o Bahia enfrenta o time do Vasco, em São Januário.

VAVEL Logo