Botafogo recebe América-MG em duelo de seis pontos pelo Campeonato Brasileiro
Foto: Mourão Panda/América

Botafogo recebe América-MG em duelo de seis pontos pelo Campeonato Brasileiro

As equipes se enfrentam às 11h deste domingo (16), no Estádio Nilton Santos, e só a vitória interessa na briga para se afastar da zona de rebaixamento

adaniasouza
Adânia Souza
BotafogoSaulo; Joel Carli, Igor Rabello, Luis Ricardo, Moisés; Leo Valencia, Jean, Rodrigo Lindoso; Erik, Luiz Fernando, Kieza. Técnico: Zé Ricardo
América-MGJoão Ricardo; Norberto, Matheus Ferraz, Messias e Carlinhos; Leandro Donizete, David, Juninho, Wesley e Matheusinho; Luan. Técnico: Adílson Batista

O Botafogo enfrenta o América-MG em partida válida pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro, às 11h deste domingo (16), no Estádio Nilton Santos. No primeiro turno, o Coelho levou a melhor por 1 a 0, com gol de Juninho, no Independência, mas o histórico favorece a equipe carioca. 

Em 34 confrontos, o Alvinegro acumulou 14 vitórias, 10 empates e 10 derrotas. Para o encontro deste domingo, só o resultado positivo interessa aos comandados de Zé Ricardo. Com 36,1% de aproveitamento, o time ocupa a 15ª posição da tabela e tem 26 pontos somados, apenas dois a frente do primeiro clube na zona de rebaixamento, o Vasco.

Já o América-MG respira um pouco mais aliviado, com 30 pontos e a 11ª colocação, mas seus resultados como visitante não são muito satisfatórios. Em 11 jogos disputados, são oito derrotas, um empate e apenas duas vitórias, o que torna o duelo no Nilton Santos um confronto de seis pontos tamanha a importância para os dois lados.

A vitória é urgente num time que lida com a ineficiência de seu ataque

A grande preocupação do Botafogo é trabalhar seu poder ofensivo sem expor sua meta e, por isso, depende do poder de decisão de seus atacantes. Nas 12 rodadas que sucederam a Copa do Mundo, o Alvinegro marcou cinco gols (média de 0,42) e apenas dois deles tiveram assinatura de atacantes: Aguirre e Luiz Fernando.

O setor defensivo também enfrenta problemas. O time tem a quarta pior defesa do Brasileirão, com 33 gols sofridos em 24 rodadas (média de 1,38), sendo 18 deles no período pós Mundial. Para enfrentar o América-MG, Zé Ricardo deve abrir mão do sistema com três volantes e acionar Valencia no meio, deixando Lindoso e Jean mais recuados com a função de proteger a zaga.

A semana foi marcada pela presença de membros de torcida organizada no Nilton Santos e a pressão é grande. "Temos que tomar a iniciativa, a responsabilidade maior é nossa pois jogamos em casa e precisamos muito dos três pontos", afirmou o atacante Erik.

América-MG busca primeiro resultado positivo no Nilton Santos

O Coelho chega ao Rio com intenção de mudar seu histórico. Jogando nos domínios botafoguenses, os mineiros somam quatro derrotas e dois empates em competições oficiais, sendo dois jogos pela Série A e os demais pela Série B. Para mudar esse panorama, o técnico Adílson Batista deve começar com Matheusinho.

O meia rompeu o ligamento do joelho direito em outubro no ano passado e está cotado para retomar a titularidade neste domingo, Rafael Moura fica no banco. Depois da lesão, Matheusinho atuou em seis jogos, sempre entrando no segundo tempo, e garantiu que está tranquilo. “Frio na barriga é só na hora de subir no túnel. Estou entrando concentrado nos jogos e tenho que continuar fazendo isso para ajudar o América”, afirmou o jogador.

A equipe conta também com o retorno do goleiro João Ricardo, recuperado de desconforto muscular, e do zagueiro Matheus Ferraz, após cumprir suspensão. No meio, o volante Juninho assume a vaga do lesionado Giovanni.

Desfalques: Gerson Magrão e Giovanni (lesionados)

 

 

VAVEL Logo

    Botafogo de Futebol e Regatas Notícias

    há 2 dias
    há 5 dias
    há 7 dias
    há 7 dias
    há 8 dias
    há 8 dias
    há 10 dias
    há 11 dias
    há 13 dias
    há 14 dias