Goiás vence Atlético-GO de virada e chega ao terceiro lugar da Série B

Com gols de Michael e Lucão, alviverde derrota e ultrapassa o rival na tabela da Série B; mesmo com o revés, dragão segue no G-4

Goiás vence Atlético-GO de virada e chega ao terceiro lugar da Série B
Foto: Divulgação / Atlético-GO
Goiás
2 1
Atlético-GO
Goiás: Marcos; Alex Silva, Victor Ramos, David Duarte, Ernandes; Gilberto, Renato Cajá (Ratinho), Giovanni; Michael (Robinho), Lucão, Tiago Luis (Maranhão). Treinador: Ney Franco
Atlético-GO: Jefferson; Jonathan, Oliveira, Gilvan, Victor Oliveira (Mascarenhas); Pedro Bambu, João Paulo, Tomas Bastos (Vitinho); André Luis, Renato Kayzer, Julio César (Thiago Santos). Treinador: Cláudio Tencati
Placar: 0-1 (João Paulo, 06 min, 1°T). 1-1 (Michael, 31 min 1°T). 2-1 (Lucão, 06 min, 2°T).
ÁRBITRO: Marcelo de Lima Henrique (RJ), auxiliado por Michael Correia (RJ) e Silbert Faria Sisquim (RJ). Cartão Amarelo: Lucão (Goiás). Victor Oliveira (Atlético-GO).
INCIDENCIAS: Goiás x Atlético-GO. Partida válida pela 27ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Estádio Olímpico (GO). Público: 12.652.

Na noite deste sábado (15), Goiás e Atlético-GO disputaram o clássico regional no estádio Olímpico. Em jogo de torcida única - apenas a do time da casa -, as equipes entraram em campo disputando posição no G4 da Série B do Campeonato Brasileiro. Se impondo e correndo atrás após sair atrás no placar, o Goiás venceu o rival por 2 a 1 e assumiu a terceira posição na tabela com 45 pontos. Já o Atlético-GO, se manteve entre os quatro primeiros, mas tem o Vila Nova na sua cola. Ambos estão empatados com 43 pontos. 

A etapa inicial mostrou porque os dois times brigam pelo acesso à Série A do Brasileirão. Apesar de um início motivador da equipe da casa, a primeira chegada com perigo foi do Atlético-GO, logo aos 5, com Renato Kayzer. Um minuto depois, João Pedro finalizou da intermediária com maestria, a bola bateu na trave e caiu dentro do gol, 1 a 0 para o Dragão. A partir daí, os visitantes gostaram do jogo, se soltaram em campo e quase ampliaram com Pedro Bambu, aos 8. Sentindo a necessidade de reagir dentro da partida, o Goiás pressionou e equilibrou as ações.

Aos 15, Giovanni chutou e obrigou Jefferson a fazer uma bela defesa, evitando o empate. O Atlético se fechou e passou a dar campo para o esmeraldino. Após muitas tentativas, veio a recompensa. Aos 31, Michael recebeu cruzamento e finalizou, mas o goleiro voltou a intervir. Porém, no rebote, o atacante fuzilou de direita para o fundo das redes e igualou o placar, 1 a 1. Com muito toque de bola, o Goiás jogava no campo de ataque e envolvia o adversário, que marcou muito bem e segurou o ímpeto do rival em um final de primeiro tempo bem movimentado. 

A segunda etapa começou animada, assim como a anterior. Empurrado pela sua torcida, o Goiás foi com tudo e virou o jogo logo aos 6 minutos. Michael tentou tocar para Tiago Luís, mas a bola passou e a zaga do dragão não afastou. Aproveitando a sobra, Lucão, artilheiro do campeonato, marcou o segundo do time da casa. O Atlético-GO não se deixou abater e quase empatou aos 10 com um chute forte de João Paulo. Aos 18, foi a vez de Tomas Bastos finalizar com efeito e assustar a meta do esmeraldino. 

O Goiás se fechou e apostou no contra-ataque. Jogando o tempo todo no campo do adversário, o Atlético errava muitos passes e não conseguia se impor de forma efetiva. O panorama foi o mesmo até os 48 e, no fim das contas, o alviverde conseguiu segurar o resultado e saiu de campo com a vitória no clássico goiano. 

Na 28ª rodada, o Goiás enfrentará a Ponte Preta, na próxima sexta-feira (21), às 19h15 (de Brasília), novamente no estádio Olímpico. O Atlético-GO terá pela frente o Juventude, na terça-feira (18), às 19h15 (de Brasília).