Clássico dos gigantes: em boa fase, Santos recebe o São Paulo na Vila Belmiro

Há oito jogos sem perder, o Peixe quer uma vitória para manter a boa fase e entrar na briga pelo G6

Clássico dos gigantes: em boa fase, Santos recebe o São Paulo na Vila Belmiro
Foto: Divulgação/ Santos
Santos
São Paulo
Santos: Vanderlei; Victor Ferraz, Robson Bambu, Gustavo Henrique e Dodô; Alison, Carlos Sánchez e Diego Pituca; Derlis González (Bruno Henrique e Eduardo Sasha), Gabriel e Rodrygo. Técnico: Cuca
São Paulo: Sidão; Araruna (Liziero), Bruno Alves (Arboleda), Anderson Martins (Arboleda) e Reinaldo; Hudson, Jucilei e Nenê; Rojas, Everton e Diego Souza. Técnico: Diego Aguirrw
ÁRBITRO: Ricardo Marques Ribeiro Assistentes: Guilherme Dias Camilo e Sidmar dos Santos Meurer (Todos de MG)
INCIDENCIAS: 25° rodada da Série A do Campeonato Brasileiro Local: Vila Belmiro, em Santos, São Paulo Data:16 de setembro de 2018, domingo Horário: 16h (de Brasília).

Visando manter a boa fase, o Santos recebe o São Paulo, neste domingo (16), às 16h, na Vila Belmiro, em jogo válido pela 25° rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. O Peixe busca uma vitória para se aproximar do G6 já o Tricolor do Morumbi precisa vencer para não se distanciar do Internacional.

Com a segunda melhor campanha do returno, Santos busca manter série invicta

O Santos vive a sua melhor fase nesta temporada, na Série A do Campeonato Brasileiro, no primeiro turno o Alvinegro Praiano chegou a ocupar à 17° posição. Porém, com a chegada do técnico Cuca e dos novos reforços: Bryan Ruiz, Carlos Sánchez e Derlis Gonzalez, o Alvinegro Praiano deu um salto na tabela e agora ocupa à oitava posição, com 31 pontos, e tem a segunda melhor campanha no returno, com 11 pontos conquistados, dois a menos que o Palmeiras.

Já nos bastidores do time santista a crise politica domina. No último dia 10, o presidente José Carlos Peres, teve dois pedidos de impeachment aprovados pelo Comitê de Gestão, e agora aguarda a votação dos sócios, que acontece no dia 29 para definir seu futuro no clube.

+ Confira as ofertas de nosso parceiro Futfanatics

O técnico Cuca fez mistério nos últimos treinos, mas sabe-se que não poderá contar com o zagueiro Lucas Veríssimo, que ainda se recupera de dores na coxa esquerda. Em contrapartida, o treinador relacionou o atacante Felippe Cardoso, que veio da Ponte Preta, e foi apresentado na última quinta-feira (13).

Em entrevista coletiva, na última sexta-feira no CT Rei Pelé, o técnico Cuca fez mistério sobre a escalação e analisou o São Paulo.

"A gente tem que entender o São Paulo, o treinador é característica. Aguirre não muda, no Inter, San Lorenzo, Atlético tem a mesma. Treinador que gosta de marcar no ataque, pressão, propor o jogo, não é que puxa lá atrás todo mundo e espera por uma bola. Ele propõe e nos preparamos em cima disso. Tem tudo para ser uma grande partida", analisou o treinador.

"Dá (para tirar o Derlis). É só não pôr ele que dá para tirar. Deixa eu fazer o papel do advogado dos outros. Gabriel também dá para tirar, mas não sei se é o certo. Rodrygo dá também. Bruno fez a melhor partida dele nos últimos tempos contra o Paraná, está na recuperação franca, grande, bom na bola aérea. Dá para tirar, mas é o certo? Dá para jogar com os quatro, mas não sabemos se é o certo. O que fizermos está meio certo e o que vai falar que é certo é o resultado final", finalizou Cuca.

São Paulo tenta retomar aproveitamento de melhor mandante e retornar a liderança

O Tricolor Paulista quer voltar a vencer fora de casa e retomar a campanha de melhor visitante e também a liderança do Brasileirão. Com um aproveitamento de 52,7% jogando fora de casa, o São Paulo em 12 jogos como visitante, tem cinco vitórias, quatro empates e apenas três derrotas.

Apesar de ser o melhor visitante, o Tricolor do Morumbi não venceu os dois últimos jogos. O time comandado por Diego Aguirre ocupa atualmente à segunda posição, com 49 pontos, e só perde para o líder Internacional no saldo de gols.

O São Paulo também busca vencer mais um clássico nesta temporada. Em oito clássicos disputados esse ano, o Tricolor do Morumbi perdeu cinco e venceu três.

O técnico Diego Aguirre conta com o retorno de Everton, que se recuperou de estiramento na coxa esquerda e Reinaldo, que cumpriu suspensão automática. Já Bruno Peres com estiramento no adutor direito e Régis suspenso, são desfalques.

O capitão Hudson acredita que será um jogo difícil, pelo Santos estar numa crescente e jogando em casa. Mas encara a partida como uma decisão e diz que o São Paulo está pensando muito grande no Brasileirão.

"É um jogo essencial para nós. Sabemos da dificuldade (de enfrentar) o Santos, que está em uma crescente e melhorou muito seu rendimento. Jogar no domínio deles torna o jogo ainda mais difícil, mas o São Paulo está pensando muito grande nesse Brasileiro. Então é mais uma decisão para nós. Mais um jogo valendo seis pontos praticamente, porque agora estamos indo para a reta final do campeonato. É como uma final que a gente vai encarar esse jogo", disse Hudson.

Histórico do confronto

As duas equipes já se enfrentaram 292 vezes, com 122 vitórias para o São Paulo, 103 vitórias para o Santos e 67 empates.

Jogando na Vila Belmiro, local da partida deste domingo (16), o Santos leva vantagem, tendo  97 vitórias, contra 46 vitórias do São Paulo e 22 empates.

Em partida válida pela sexta rodada do Brasileirão, São Paulo venceu o Santos por 1 a 0, no Morumbi. O gol foi marcado por Diego Souza.