Com poucas chances de gols, Santos e São Paulo empatam na Vila Belmiro
Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net

Com poucas chances de gols, Santos e São Paulo empatam na Vila Belmiro

Time santista chegou ao seu nono jogo invicto, o oitavo sem sofrer gols

Millamagalhaes3
Camilla Magalhães
SantosVanderlei; Victor Ferraz, Robson Bambu, Gustavo Henrique e Dodô; Alison, Diego Pituca e Carlos Sánchez (Bruno Henrique); Rodrygo (Arthur Gomes), Gabriel e Derlis González (Felippe Cardoso). Técnico: Cuca
São PauloSidão; Arboleda,Bruno Alves, Jucilei,Hudson, Reinaldo e Nenê; Everton (Liziero), Rojas (Everton Felipe) e Diego Souza (Trellez). Técnico: Diego Aguirre
ÁRBITRORicardo Marques Ribeiro Assistentes: Guilherme Dias Camilo e Sidmar Santos Meurer (todos de MG)
INCIDENCIAS25° rodada da Série A do Campeonato Brasileiro Local: Vila Belmiro, em Santos, São Paulo Data: 16 de setembro de 2018, domingo Horário: 16h (de Brasília)

Na tarde deste domingo (16), Santos e São Paulo não sairam do zero,  no clássico SanSão, realizado na Vila Belmiro, em partida válida pela 25° rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. Com o empate o Tricolor do Morumbi chegou aos 50 pontos e dorme na liderança da competição, já o Alvinegro Praiano chegou aos 32 pontos e ocupa a nona posição. 

+Confira as ofertas de nosso parceiro Futfanatics

O Santos deu trabalho ao São Paulo desde o apito inicial. Usando da velocidade de seu ataque e as movimentações de Rodrygo, Gabriel e Derlis González, o Alvinegro Praiano assustou a equipe comandada por Diego Aguirre, que pouco produzia ofensivamente.

O Peixe levou perigo após cruzamento, mas Sidão deu um tapa na bola afastando o perigo.  O Tricolor ainda perdeu Everton, lesionado, Liziero entrou no lugar.

Na volta do intervalo, o São Paulo adiantou a marcação, mas não conseguia criar chances de perigo. 

A partida diminuiu o ritmo, e teve mais faltas e cartões amarelos do que chances claras de gol. O técnico Cuca ainda promoveu a estreia do atacante Felippe Cardoso, no lugar de Derlis González, que tomou o terceiro cartão amarelo e está fora da partida contra o Cruzeiro.

Na sequência Carlos Sánchez, ganhou bola dividida com Anderson Martins e quase abre o placar, mas Arboleda impediu a finalização.

O Peixe voltou a assustar aos 27 minutos, quando Diego Pituca lançou Rodrygo, o zagueiro Arboleda escorregou, e o camisa 9 ficou cara a cara com Sidão,  mas bateu para fora.

No último lance, o São Paulo teve uma falta à seu favor, Nenê depois de muita demora acabou acertando a barreira e dando contra- ataque a equipe santista,mas quando o Santos puxava a jogada, o árbitro acabou terminando a partida, o que gerou bastante reclamação dos jogadores e do técnico Cuca.

No próximo sábado (22), o São Paulo recebe o América-MG, às 16h, no Morumbi, pela 26° rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. No dia seguinte, o Santos visita o Cruzeiro, às 19h, no Mineirão.

VAVEL Logo