Na altitude de Quito, Fluminense visita Deportivo Cuenca pelas oitavas da Sul-Americana
Foto: Lucas Merçon / Fluminense

Na altitude de Quito, Fluminense visita Deportivo Cuenca pelas oitavas da Sul-Americana

Tricolor busca bom resultado no Equador visando confronto da volta, que acontece dia 4 de outubro, no Maracanã

RRodrigues_95
Rodrigo Rodrigues
Deportivo Cuenca (EQU)Brian Heras, Brian Carabalí, Anthoni Bedoya, Luca Sosa e Carlos Cuero; Marco Mosquera, John Rodríguez, Jonathan De la Cruz e Enamnuel Martínez; Juan Diego Rojas e Jacson Pita.
FluminenseJúlio César, Léo, Gum, Digão e Ayrton Lucas; Richard, Aírton (Matheus Alessandro), Jadson e Junior Sornoza; Everaldo e Luciano.
ÁRBITROAlexis Herrera (VEN).
INCIDENCIASJogo de ida das oitavas de final da Copa Sul-Americana 2018.

Temor dos times brasileiros, a altitude será novamente adversária do Fluminense na Copa Sul-Americana. Nesta quinta-feira (20), o Tricolor enfrenta o Deportivo Cuenca, do Equador, às 19h30. Por exigência da Conmebol, que não permite estádios com menos de 20 mil de capacidade nas oitavas, o jogo foi deslocado para a Casa Blanca, onde atua a LDU. A VAVEL Brasil transmitirá a partida em tempo real.

+ Confira as ofertas de nosso parceiro FutFanatics

O Fluminense tem um retrospecto favorável contra equipes equatorianos. Em 20 jogos, foram 14 vitórias, dois empates e quatro derrotas. Já atuando no estádio Casa Blanca, o Tricolor ainda não conseguiu vencer. Em quatro partidas, obteve um empate e três derrotas. A última delas, aliás, aconteceu pela Sul-Americana do ano passado. Contra a LDU, o time perdeu por 2 a 1, mas conseguiu a classificação graças ao critério do gol fora de casa, já que havia vencido o jogo de ida por 1 a 0.  

Deportivo Cuenca busca tirar proveito da altitude

Sem grandes aspirações no Campeonato Equatoriano, onde é apenas o sétimo colocado, o Deportivo Cuenca aposta todas as suas fichas na Sul-Americana. Após eliminar o Jorge Willstermann, da Bolívia, nos pênaltis, após dois empates por 2 a 2, o time agora busca o mesmo diante do Fluminense. Para isso, terá a altitude como sua grande aliada.

''Nós precisamos tirar proveito desta questão da altitude, pois podemos fazer um bom resultado e termos tranquilidade na partida de volta", comentou o volante Marco Mosquera.

Para o time que vai a campo, o técnico Richard Páez  irá manter a base utilizada nos últimos jogos, com: Brian Heras, Brian Carabalí, Anthoni Bedoya, Luca Sosa e Carlos Cuero; Marco Mosquera, John Rodríguez, Jonathan De la Cruz e Enamnuel Martínez; Juan Diego Rojas e Jacson Pita.

Marcelo Oliveira quer Fluminense atento

Com probabilidade de título, o Fluminense vê na Copa Sul-Americana a chance de ''salvar o ano'', já que não atravessa um bom momento no Campeonato Brasileiro, onde é apenas o décimo colocado. Diante disso, o técnico Marcelo Oliveira quer atenção redobrada de seus jogadores para a partida desta quinta-feira.

''Sabemos que vai ser um jogo complicado na altitude, mas precisamos estar atentos pois não podemos sofrer gols bobos, como aconteceu, por exemplo, no fim de semana contra o Atlético-PR. Em um torneio mata-mata o peso desses erros é ainda maior'', disse.

O Tricolor não terá à disposição o volante Dodi, com lesão na coxa esquerda, o atacante Kayke, que já jogou a competição atuando pelo Bahia e o Pablo Dyego, com dores no púbis. Desta forma, o Marcelo Oliveira deve mandar a campo a seguinte formação: Júlio César, Léo, Gum, Digão e Ayrton Lucas; Richard, Aírton (Matheus Alessandro), Jadson e Junior Sornoza; Everaldo e Luciano.

VAVEL Logo

    Fluminense FC Notícias

    há 8 horas
    há 14 horas
    há 2 dias
    há 3 dias
    há 3 dias
    há 5 dias
    há 5 dias
    há 8 dias
    há 8 dias
    há 10 dias
    há 10 dias