Satisfeito, Eduardo Baptista deve manter dupla de zaga formada por Durval e Léo Ortiz
Foto: Williams Aguiar/Sport Club do Recife

O Sport sofreu uma derrota de virada, no finalzinho do jogo, contra o Corinthians na Arena Itaquera. Titulares na zaga, Léo Ortiz e Durval ainda não tinham jogado juntos pelo Rubro-negro. E, mesmo com o placar adverso, o técnico Eduardo Baptista disse ter gostado do desempenho da dupla.

"São jogadores que se completam. Primeiro pela experiência e juventude. A experiência de Durval com a velocidade de Léo. E a gente conseguiu compactar bem as linhas e ter uma segurança boa", disse.

+ Confira ofertas de nosso parceiro Futfanatics

Nenhum dos dois atletas vinham sendo escalados como titular no Sport ao longo do ano. Léo Ortiz disputou apenas um total de 17 partidas com a camisa do Leão. Apenas seis vezes pelo Brasileirão. Já Durval, um dos líderes do time do treinador em 2014 e 2015, no Sport, fez apenas 11 partidas, sendo sete pela Série A. Eduardo defendeu os jogadores dos gols sofridos na partida contra o time paulista.

"Léo tem um passe qualificado e pode achar um meia ou um extremo nosso por trás. Eles se combinam. As características se completam e eles fizeram um jogo seguro. Tomamos gols e quando você toma gols, você se expõe, mas foi falha do sistema, não falha individual dos dois", afirmou.

Eduardo Baptista tem feito mudanças significativas no sistema defensivo do Leão, que já é a segunda defesa mais vazada da Série A. Com a sinalização da manutenção da nova dupla de zaga, Ronaldo Alves deve ir definitivamente para o banco de reservas, enquanto que Ernando, também zagueiro, deve permanecer atuando pela lateral-direita.

VAVEL Logo