Por vaga na final da Copa do Brasil, Cruzeiro recebe Palmeiras com vantagem no placar
Lucas Silva, Rafinha e Moisés, disputando uma bola no jogo de ida (Foto: Fabio Menotti/Divulgação/Ag Palmeiras)

Por vaga na final da Copa do Brasil, Cruzeiro recebe Palmeiras com vantagem no placar

 A Raposa pode até empatar para ir à final; Palmeiras precisa de uma vitória por dois gols de diferença para se classificar

vv_cunha
Victor Cunha

Cruzeiro e Palmeiras se enfrentam na próxima quarta-feira (26), no Mineirão, pela volta da semifinal da Copa do Brasil de 2018, às 21h45. Com uma vitória por 1 a 0 no jogo de ida, com gol de Hernán Barcos, o Cruzeiro tem a vantagem de poder empatar em casa e mesmo assim passar para a grande final. Para o Palmeiras, uma vitória por 1 gol de diferença leva o jogo para os pênaltis, 2 gols ou mais passam o alviverde.

+ Confira ofertas de nosso parceiro Futfanatics

Os times vem em fases um pouco diferentes. O Cruzeiro tem duas vitórias, um empate e duas derrotas nos últimos 5 jogos. As vitórias do Cruzeiro foram por 2 a 1, contra o Santos e justamente a vitória contra o Palmeiras no jogo ida da Copa do Brasil. Uma das derrotas foi dolorosa, contra o Boca Juniors, pela Libertadores, por 2 a 0.

Já o Palmeiras vem em uma boa fase, com quatro vitórias e apenas uma derrotas nos últimos 5 jogos. Essa derrota é a para o Cruzeiro, no jogo de ida no Allianz Parque. Entre essas 4 vitórias, existem duas em especial. A vitória no clássico contra o Corinthians, por 1 a 0, no Allianz Parque, e a vitória por 2 a 0, fora de casa, contra o Colo-Colo, pela Libertadores.

Em seu 94º jogo, Cruzeiro e Palmeiras já decidiram duas Copas do Brasil, com um título para cada lado. No retrospecto geral, a Raposa leva uma vantagem, com 35 vitórias. O Palmeiras soma 31 triunfos, e ainda existem 27 empates. Já nos gols marcados, o Palestra de São Paulo leva a vantagem, com 137 gols, contra 133 marcados pela Celeste.

Para esse jogo, Wagner do Nascimento Magalhães irá apitar, sendo auxiliado por Rodrigo Figueiredo Henrique Correa e Kleber Lucio Gil, sendo todos do Rio de Janeiro e todos são árbitros FIFA.

Thiago Neves treina e pode ser novidade

O Cruzeiro vem sofrendo muito com a situação física de seus jogadores. Arrascaeta, que tem poucas chances de jogar contra o Palmeiras, fez seu último jogo justamente contra a equipe alviverde, pela ida da semifinal. O meia sofre com um trauma na coxa esquerda, após uma dividida com Mayke, e ainda não conseguiu retornar aos gramados. Já Thiago Neves sofre com dores na coxa direita, que sentiu contra o Boca Juniors, na Bombonera. Raniel e Murilo também devem voltar para essa partida. Eles sofreram, respectivamente, com um entorse no tornozelo direito e uma luxação no ombro.

Além de todos os problemas físicos, o Cruzeiro não poderá contar com o lateral direito Edílson, que foi expulso por reclamação, no jogo de ida.

Na última terça-feira (25), Lucas Silva concedeu entrevista coletiva e exaltou Mano Menezes e Luís Felipe Scolari. Para ele, o Cruzeiro deve 'matar logo o jogo', para não sofrer dentro de casa: "Mano e Felipão são estrategistas e nesse jogos isso será repetido. Vamos manter nosso padrão de jogo. Temos de nos impor dentro de casa. Criamos as melhores situações de gol nas decisões contra Santos e Flamengo, mas não concluímos bem. E para essa partida, devemos voltar a criar e matar o jogo".

Felipe Melo deve voltar a ser titular na equipe

O Palmeiras, após vencer o Sport pelo Campeonato Brasileiro, embarco direto para Minas Gerais e treinou um dia no Estádio Independência e um dia no CT do América Mineiro. Ambos os treinos foram fechados, mas existem grandes indícios da volta de Felipe Melo ao time titular do alviverde. O volante, que estava suspenso no primeiro jogo da Copa do Brasil, deve ser a novidade para a partida.

Uma baixa de última hora para esse jogo é o atacante Artur, que no trino de segunda-feira (24), sofreu uma fratura no braço, após levar uma bolada, e retornou para São Paulo, onde passará por uma cirurgia.

Em entrevista coletiva, Moisés disse que o Palmeiras tem chances de reverter a partida, por conta de todo um contexto do Cruzeiro e da partida: "O nosso trabalho que vem sendo muito bem feito. A gente tem um retrospecto muito positivo fora de casa, não só recentemente, mas no ano. Isso nos dá confiança. Há também a situação dos últimos confrontos do Cruzeiro, que conseguiu o resultado fora e em casa sofreu pra manter essa vantagem, então aliado a tudo isso a gente acredita muito no nosso potencial. Temos uma equipe muito qualificada, com jogadores experientes que são vitoriosos. A gente sabe da dificuldade que será o jogo, mas temos totais condições e reverter essa situação". 

VAVEL Logo

Cruzeiro Esporte Clube Notícias

há 12 dias
há 17 dias
há 20 dias
há 20 dias
há um mês
há um mês
há um mês
há um mês
há um mês
há um mês
há um mês