Fluminense vence novamente Deportivo Cuenca e vai às quartas de final da Sul-Americana
Foto: Lucas Merçon/Fluminense

Fluminense vence novamente Deportivo Cuenca e vai às quartas de final da Sul-Americana

Em Maracanã cheio, Digão e Richard marcam um em cada tempo e sacramentam classificação do Tricolor para próxima fase da competição, onde encara o Nacional-URU

rrodrigues_95
Rodrigo Rodrigues
FluminenseJúlio César, Gum, Digão e Ibañez ;Léo(Mateus Norton), Richard, Jadson(Marcos Júnior), Sornoza e Ayrton Lucas; Everaldo e Luciano(Junior Dutra) Técnico: Marcelo Oliveira.
Deportivo CuencaHeras, Carabalí, Bedoya, Luca Sosa e Cuero; Mosquera, Jhon Rodríguez(De La Cruz) e Martínez; Preciado(Quiñonez), Pita e Rojas Técnico: Richard Páez.
PlacarDigão, aos 33 minutos do primeiro tempo e Richard, aos 30 minutos do segundo tempo.
INCIDENCIASJogo de volta das oitavas de final da Copa Sul-Americana, realizado no Maracanã (RJ).

Sem sustos e sob olhares de 40 mil torcedores, o Fluminense fez o dever de casa e confirmou a sua classificação à próxima fase da Copa Sul-Americana. Na noite desta quinta-feira (4), o Tricolor venceu novamente o Deportivo Cuenca, do Equador, por 2 a 0, mesmo placar do confronto de ida. Digão e Richard, um em cada tempo, marcaram os gols do jogo.

A partida começou movimentada no Maracanã. Mesmo com uma boa vantagem, já que havia vencido por 2 a 0 no Equador, o Fluminense não abdicou de ir ao ataque. Entretanto, se surpreendeu com a postura do Cuenca, que diferentemente do jogo de ida,  marcava forte e não dava espaços ao Tricolor. Então, a bola parada, ponto forte do Flu, acabou sendo a solução encontrada para furar o bloqueio do time equatoriano. 

E foi desta maneira que o Tricolor abriu o placar. Após cruzamento, a bola sobrou para o zagueiro Digão, que tirou do goleiro para pôr o Fluminense em vantagem. Depois disso, o jogo ficou mais aberto, com o time de Marcelo Oliveira tendo mais chances para ampliar. Jadson e Everaldo tentaram, mas pararam no goleiro Heras. No mais, foi um primeiro tempo intenso, com ampla superioridade para o Fluminense.

Foto: Lucas Merçon/FFC
Foto: Lucas Merçon/FFC

O panorama no segundo tempo foi diferente.  O Deportivo Cuenca equilibrou a posse de bola, enquanto o Fluminense ficou mais no seu campo de defesa, esperando alguma desatenção da equipe equatoriana para tentar ampliar nos contra-ataques, principalmente explorando a velocidade de Everaldo pelo lado esquerdo. 

E a estratégia surtiu efeito. Aos 30 minutos, Junior Dutra, que entrara na vaga do apagado Luciano, viu Everaldo livre na esquerda e tocou para o atacante,  que deu belo passe para Richard ampliar o placar para o Fluminense. No fim, o Tricolor apenas administrou o resultado.

Nas quartas de final, o Fluminense enfrenta o Nacional-URU, que despachou o San Lorenzo-ARG. 

VAVEL Logo