Marcelo Oliveira exalta atuação do Fluminense e apoio da torcida em vitória sobre o Deportivo Cuenca
FOTO: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.

Marcelo Oliveira exalta atuação do Fluminense e apoio da torcida em vitória sobre o Deportivo Cuenca

Diante de 40 mil torcedores, Tricolor venceu time equatoriano por 2 a 0, no Maracanã

jessicaalbuquerque
Jéssica Albuquerque

O técnico Marcelo Oliveira concedeu entrevista coletiva após a vitória do Fluminense sobre o Deportivo Cuenca, por 2 a 0. A vitória confirmou a classificação do Tricolor para as quartas de final da Sul-Americana.

“Estou muito satisfeito com o jogo. Seria inocência pensar que o adversário não iria chegar em algum momento, mas parece que foram 14 finalizações do Flu contra duas do adversário​. Vitória importante, fundamental para nossa passagem. Conquistamos vantagem importante lá, mas em uma competição como essa tínhamos que ter cuidados. Adversário veio aqui, conseguiu jogar mais do que pensei, ficaram mais com a bola, mas com poucos sustos, quase não chegaram em nosso goleiro” afirmou o treinador.

A partida contou com a presença de 39 mil torcedores, que apoiaram a equipe até o final. O treinador afirmou que a parceria do torcedor foi fundamental. E que os jogadores sentem esse apoio, essa vibração.

Torcedor apoiando, cantando junto é fundamental. Viemos mobilizados, fomos recebidos por uma torcida entusiasmada. Ajuda muito. Esperamos que seja assim nas duas competições, porque precisamos disso para chegar ao fim do ano com uma conquista”.

Marcelo Oliveira também comentou uma das mudanças que fez na equipe durante o jogo. No segundo tempo, ele tirou o volante Jadson para a entrada do atacante Marcos Jr. O treinador também falou sobre o meia Sornoza, pendurado com dois cartões amarelos na competição internacional.

No jogo de hoje não tínhamos mais um volante no campo e o Jadson pediu para sair, não sei se por desgaste, ou cansaço. Aí optamos por colocar o Marcos Jr. e deslocar o Sornoza. O Sornoza tinha dois cartões e tinha que ter certo cuidado. Ele evitou essa marcação mais forte para não ser suspenso”.

Na próxima segunda-feira (08), o Fluminense volta ao Maracanã, dessa vez pelo Campeonato Brasileiro. O adversário é o Paraná, lanterna da competição. Quando questionado sobre a possibilidade de poupar o time, o treinador afirmou que não pretende fazer isso.

Poupar, creio que não. Temos tempo de descanso até segunda. Temos que observar questão de lesão. Perdemos um jogador hoje, o Léo. Time está ganhando corpo, entrosamento. Importante que esses jogadores joguem juntos”.

Sobre priorizar a Sul-Americana, Marcelo Oliveira afirmou que é preciso ter a pontuação necessária para não ter nenhum risco na parte de baixo da tabela. E ele avaliou o Nacional, próximo adversário do Tricolor na competição.

É uma equipe de muita tradição, camisa. Futebol uruguaio é sempre muito duro, eles competem muito. É um time arrumado, reverteu situação negativa. Vamos pensar neles no momento certo”.

Para chegar ao título da Sul-Americana, o Tricolor precisará disputar mais seis jogos na competição. Marcelo Oliveira definiu esses seis jogos como seis finais, mas destacou que é necessário pensar em cada fase separadamente.

O jogador gosta desse desafio. Temos o Brasileiro que passamos o ano todo jogando. Faltam seis. Seis finais, seis decisões. Temos que ter entendimento de dois jogos, 180 minutos, criar estratégias próprias para cada jogo” finalizou.

Após a classificação, o Fluminense volta a focar no Campeonato Brasileiro. A partida contra o Paraná é válida pela 28ª rodada da competição. O Tricolor é o décimo colocado na tabela, com 34 pontos.

VAVEL Logo

Fluminense FC Notícias

há 7 dias
há 8 dias
há 8 dias
há 9 dias
há 10 dias
há 10 dias
há 11 dias
há 11 dias
há 12 dias
há 14 dias
há 14 dias