Após grande vitória, Dorival valoriza atuação em Itaquera: "Flamengo foi agressivo"
(Foto: Staff Images/ Flamengo)

Após grande vitória, Dorival valoriza atuação em Itaquera: "Flamengo foi agressivo"

O triunfo por 3 a 0 sobre o Corinthians, na Arena em Itaquera, foi o primeiro do treinador no retorno ao Rubro-Negro, e reaproximou a equipe dos líderes; equipe carioca foi superior durante toda a partida

rafalisboa
Rafael Lisboa

Nessa sexta-feira (5), o Flamengo foi até Itaquera e goleou o Corinthians, 3 a 0. O resultado fez com que o Rubro-Negro diminuísse a distância para o líder, Palmeiras, para apenas um ponto (52 dos cariocas, contra 53 dos paulistas - mesma pontuação do Internacional, que foi derrotado também nessa sexta).

Após a partida, Dorival Júnior comemorou a primeira vitória nesse retorno ao Flamengo, destacou a mudança anímica e vibrou com a atuação da equipe. Além disso, fez questão de afirmar que a equipe segue a mesma da época de Maurício Barbieri:

"Grande partida, bem disputada. Equipes não se preocuparam excessivamente com marcações. Flamengo foi agressivo. Buscou o gol a todo instante. Seria leviano em falar que mudei alguma coisa. Foram alguns toques. Trabalho ainda é do Mauricio (Barbieri). Alterando alguma coisa de postura. Essa passividade parece que foi quebrada, mesmo no jogo contra o Bahia. Equipe vibrante, agressiva, guerreira".

A entrega dos jogadores foi novamente destacada pelo treinador, e apontada como fundamental para a aplicação correta da estratégia tática, e eximiu Barbieri de culpa, colocando a responsabilidade no elenco rubro-negro:

"Estratégia tática se não tiver entrega, não adianta nada. Pode ter a melhor semana possível, treinos saudáveis em razão de detectar correções importantes, mas se não tivermos mudança de comportamento, que não é por culpa de quem estava antes, não teríamos saído do lugar".

Apesar da goleada, Dorival ressaltou que a equipe ainda tem que trabalhar para repetir atuações do nível da apresentada em Itaquera. Além disso, o treinador comentou sobre o equilíbrio do Campeonato Brasileiro:

"Resultado muito importante, mas perigoso. De achar que a partir dele poderemos repetir essas atuações. Temos que trabalhar para ficar nesse nível. Para incomodar quem está mais à frente nesse momento. Foi um exemplo daqui por diante (...) Campeonato muito disputado. Seja na parte de cima, seja embaixo. Temos que manter a postura".

Por fim, o treinador confirmou que dará sequência ao atacante Fernando Uribe como centroavante do Rubro-Negro. Alvo do comandante quando estava em outro clube brasileiro, o colombiano nutre da confiança de Dorival:

"Temos que ter paciência. Ele retornou de lesão. A qualquer instante vai nos dar uma resposta. Temos Dourado preparado, Lincoln, que é um garoto muito bom", finalizou.

O próximo confronto do Flamengo será no sábado (13) às 17h, contra o Fluminense no Maracanã. Caso os resultados desse sábado (6) ajudem, o Rubro-Negro pode assumir a liderança em caso de triunfo no clássico.

VAVEL Logo