Reencontrando seu ex-clube, Zé Ricardo lamenta situação incômoda do Vasco
(Foto: Vitor Silva/ SSPress/ Botafogo)

Reencontrando seu ex-clube, Zé Ricardo lamenta situação incômoda do Vasco

Treinador alvinegro comenta briga dos dois times para fugir do Z4, cita possíveis desfalques e vê invencibilidade de três jogos como fator motivacional 

caiocarvalho97
Caio Carvalho

Após o último treino visando a preparação para o clássico contra o Vasco, Zé Ricardo concedeu entrevista coletiva no Nilton Santos. Reencontrando seu ex-clube pela primeira vez, o treinador foi sincero e lamentou a situação que os dois times estão dentro do Brasileirão. Além disso, enalteceu a importância de uma vitória na partida para que o Botafogo possa dar um passo enorme rumo à recuperação no campeonato. 

"Sem dúvida (jogo deveria valer mais), pela tradição dos clubes. Tenho muito respeito pelo Vasco, e pelo que tem sido construído no Botafogo também. A gente sempre tem a expectativa que clubes com esse tamanho estejam brigando em cima, mas essa é a realidade que temos hoje. Estamos nos preparando para isso, uma vitória poderá dar para a gente início à recuperação", frisou.

Zé também comentou sobre o duelo particular com Alberto Valentim - vale lembrar que da última vez, na final do Campeonato Carioca, os técnicos estavam em lados opostos. 

"Em um passado recente nos enfrentamos algumas vezes, quis o destino que depois de algumas situações estivéssemos agora em lados opostos. Conhecemos os elencos, a forma de trabalhar de um ou outro, mas uma ou outra situação pode ser colocada. Tanto Botafogo quanto Vasco precisam vencer", expressou.

Perguntando se o conhecimento sobre o rival pode ajudar em algo, o comandante frisou que o mesmo vale para o outro lado e que a importância do jogo trará um grande equilíbrio. 

"Difícil fazer uma avaliação, o Alberto (Valentim) está tentando solucionar alguns problemas, assim como a gente aqui. É um jogo em que as duas equipes buscarão o gol porque precisam da vitória. Essa parada que teve no meio da semana e eleições deram bastante tempo para o Vasco se preparar. A gente teve que fazer alguns ajustes, jogadores que não podiam jogar quarta, descansar outros. Se não puder contar com Bochecha, Luiz Fernando, tem a volta do Erik. Um detalhe ou outro que a gente espera aproveitar. Certamente o Alberto conhece nosso elenco aqui também, por isso a gente espera jogo bastante equilibrado", confessou.

Com um tom de preocupação, Zé falou sobre os possíveis desfalques do Botafogo para o clássico. São eles: Jean, Leo Valencia, Bochecha e Luiz Fernando. Destes quatro, apenas os dois últimos devem estar ser relacionados, se juntando a Marcos Vinícius, retornando depois de longo período de recuperação.

"Estamos tentando recuperar 100% os atletas, ainda temos alguns problemas, isso faz parte da rotina e esperamos poder contar com todos. Não tenho certeza se iremos contar com todos esses, alguns atletas estão se recuperando", explicou.

Por fim, o treinador analisou o psicológico do lateral Moisés, alvo de críticas após perder o pênalti que culminou na eliminação do alvinegro da Copa Sul-Americana

"Moisés está bem, conversamos com ele. Uns atletas sentem mais, outros menos, ele é muito jovem ainda, tem 22 para 23 anos, apesar do tempo que vem jogando. A gente conta com ele para o restante da temporada. Mostrou que está recuperado. Não tem nenhum problema em relação a isso (pênalti perdido). Futebol a cada rodada permite fortalecer, ele tem muita personalidade, e a gente entende que esse episódio vai servir muito para o crescimento dele como atleta", concluiu.

Botafogo e Vasco se enfrentam nesta terça (09), às 21h (de Brasília), No Nilton Santos. O jogo será válido pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro. 

VAVEL Logo

Botafogo de Futebol e Regatas Notícias

há um dia
há um dia
há 2 dias
há 2 dias
há 4 dias
há 9 dias
há 9 dias
há 9 dias
há 10 dias
há 12 dias
há 13 dias