Zé Ricardo cita sentimento amargo com empate, mas vê Botafogo superior no clássico contra o Vasco
(Foto: Matheus Henrique/VAVEL Brasil)

Zé Ricardo cita sentimento amargo com empate, mas vê Botafogo superior no clássico contra o Vasco

Treinador lamentou o tropeço, elogiou a atuação de Luiz Fernando, autor do gol do alvinegro, e comentou sobre o lance polêmico envolvendo a arbitragem

caiocarvalho97
Caio Carvalho

Quatro jogos de invencibilidade e cinco posições da zona de rebaixamento. Apesar disso, o sentimento de Zé Ricardo é de frustração. Após um empate sem brilho por 1 a 1 no clássico contra o Vasco, o treinador deu entrevista coletiva, onde lamentou o resultado diante do rival, tendo em vista que, em sua visão, o Botafogo foi superior. 

"Empate ruim para os dois, ambições parecidas nesse momento no campeonato. Pelo fato de jogar em casa no e ser ligeiramente superior, fica um sentimento amargo. Mas entendo que é um clássico, cercado de ansiedade, momentos turbulentos, tendo que administrar pressão". 

Zé fez questão de enaltecer a boa atuação de Luiz Fernando, autor do gol do alvinegro na partida e principal fonte de jogadas da equipe. Vale lembrar que o jogador era duvida para o clássico durante a maior parte do tempo. 

"É um jogador talentoso, está em evolução, vem com probleminha no joelho, precisamos tirar de alguns treinos, deve ganhar um ou dois dias para recuperar. Falei que seria importante ele se doar 200% no jogo de hoje, deu certo". 

Perguntado sobre a queda de rendimento do Botafogo na etapa final, o comandante frisou que o time buscou os três pontos durante o tempo todo e, mesmo ao cair de produção, foi incisivo. 

"Botafogo jogou o tempo todo tentando os três pontos, fez substituições tentando isso. João Pedro é mais ofensivo que o Bochecha, tanto o Pimpão quanto o Brenner foram substituições naturais para dar ânimo. Tentamos jogo aéreo também. O primeiro tempo foi mais agitado, concordo. Uma equipe ser derrotada num jogo desse é ruim, perto da zona, mas Botafogo foi até o final tentando os três pontos. Se tivesse que ter um vencedor, futebol não tem justiça, mas deveria ser o Botafogo". 

Zé Ricardo analisou o momento do glorioso no campeonato. De acordo com ele, a posição e a preocupação de obter bons resultados acabam influenciando na tranquilidade da equipe, mas que no jogo de hoje seus atletas se mostraram no caminho para superar esse nervosismo.

"Importante o dado de quatro jogos sem perder. Falta um pouquinho mais de tranquilidade pela pressão que é jogar nessa zona. Nosso grupo é jovem, isso pesa um pouquinho. Mas a gente está no caminho, mostra evolução, nosso meio é leve. Em determinado momento a gente perde a volúpia defensiva. Quando perde isso, o adversário ganha volume, e foi o que aconteceu na reta final do primeiro tempo. Isso prejudicou a gente, mas no segundo a gente esteve mais compacto, mais próximo no ataque. Foi um passo à frente". 

Por fim, o técnico comentou sobre o possível pênalti não marcado em Kieza. Sem querer entrar em polêmica, questionou a decisão da arbitragem e relembrou outros erros que acabaram prejudicando o time em outras ocasiões. 

"Muito difícil falar de arbitragem, não gosto. Falei há duas rodadas, esse árbitro é uma pessoa muito difícil. A gente tem que tentar ajudar a arbitragem. Eu compactuo com a ideia do VAR. Por mais que tenha vigias, é difícil, são decisões. Contra o Grêmio tivemos dois pênaltis no Carli. Hoje um lance passível de discussão, talvez? Mas critério não foi o mesmo. Sobre Kieza, queria entender um artilheiro na frente do gol porque não iria finalizar aquela bola. Não conversei com ele, mas os lances estão aí. Não queremos ser ajudados e nem prejudicados. Critérios precisam ser mais claros". 

VAVEL Logo

Botafogo de Futebol e Regatas Notícias

há 4 dias
há 5 dias
há 6 dias
há 7 dias
há 8 dias
há 10 dias
há 10 dias
há 10 dias
há 11 dias
há 13 dias
há 14 dias