Egídio lamenta ausência no próximo jogo: "Vou ser mais um para a torcida do hexa"
(Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro)

Egídio lamenta ausência no próximo jogo: "Vou ser mais um para a torcida do hexa"

Lateral afirmou ainda que quase ficou de fora por conta de um problema muscular

leo-moura
Leonardo Almeida

O Cruzeiro venceu o Corinthians por 1 a 0 e saiu na frente na briga pelo título da Copa do Brasil. Com gol de Thiago Neves de cabeça no fim do primeiro tempo, a raposa segurou o placar até o final da partida. O Corinthians teve dificuldades de infiltração e pouco agrediu.

O lateral-esquerdo, Egídio, elogiou a postura do time estrelado. Para ele, a equipe adversária não poderá ficar só no campo defensivo no segundo confronto.

"O nosso volume foi muito bom, tivemos diversas oportunidades. Fizemos um gol, levaremos uma vantagem boa pra lá. Lá eles não vão poder ficar assim, se eles deram um chute à gol foi muito. Se retrancaram lá trás, tocando a bola, sem agredir", disse.

Autor da assistência para a cabeçada de Thiago Neves,  o jogador pontuou que a equipe de Jair Ventura terá que propor o jogo para tirar a vantagem cruzeirense.

"Lá eles vão ter que propor o jogo, vai ser outra história e a gente tá com um (gol) à frente. O time hoje foi muito bem no primeiro tempo, no segundo demos uma cansada, mas sabemos o quanto podemos produzir", afirmou.

Suspenso da decisão em Itaquera por causa do terceiro cartão amarelo, Egídio confessou que estava com dores e sentiu medo de não poder jogar. Contudo, destacou que estará na torcida pelo hexa.

"Sentimento muito ruim. Porque a minha preocupação foi ontem que eu tive um problema na posterior direita e preocupou de repente eu não jogar esse jogo. Doutor Sérgio da fisioterapia fez um trabalho incrível ontem com  a gente, acreditando em Deus que realmente eu ia conseguir jogar esse jogo. A outra situação era de não poder tomar o cartão amarelo. Fico muito triste, mas vou ser mais um para a torcida do hexa", finalizou.

VAVEL Logo