Antônio Carlos admite pressão em cima do Palmeiras no Brasileirão: "É o time a ser batido"
Divulgação/ SE Palmeiras 

Antônio Carlos admite pressão em cima do Palmeiras no Brasileirão: "É o time a ser batido"

Zagueiro disse que o trabalho não tem que mudar após a equipe assumir a liderança 

leticia-denadai
Leticia Denadai

O zagueiro Antônio Carlos concedeu, nessa quarta-feira (10), uma entrevista coletiva na Academia de Futebol. O atleta começou falando sobre o confronto contra o Grêmio, adversário direto no Campeonato Brasileiro.

“A gente sabe que vai ser uma partida muito difícil, em que todo já sabe que hoje, no Campeonato que estamos vivendo, o time a ser batido é o nosso. Então, a gente vai manter o foco, a concentração. Temos um grande adversário pela frente. Agora é ver o que o professor vai falar, para que a gente possa estar preparado para fazer uma ótima partida”. Enfatizou

O Zagueiro ainda comentou o rodízio que o Felipão implantou no time. “Eu me sinto titular, assim como todos os outros. Acho que todo mundo está aqui para somar. Foi sempre a tecla que eu bati desde o começo do ano; nosso grupo, nosso elenco é muito bom, então eu acho que essa relação de Libertadores estar jogando um time, Brasileirão outro. Isso é muito bom para gente porque vai aumentando, vai evoluindo tudo aquilo que temos pra evoluir.”

 Antônio Carlos completou dizendo sobre as baixas que o elenco tem para o duelo de domingo (14), contra o tricolor gaúcho: “A gente sente sim, a gente fica triste por um companheiro se machucar, peças tão importantes. Mas, como eu falei, eu acho que o grupo inteiro está preparado. Eu acho que, quem entrar dentro de campo no domingo, vai fazer o melhor pelo Palmeiras e isso que é importante. A amizade, a família que a gente criou aqui dentro, a gente olha para o rosto de cada um e confia, confia muito.” 

O Camisa 25 terminou falando sobre uma evolução individual como jogador. “Acho que eu evolui bastante desde o ano passado. Mas eu dou muito mais importância aos meus companheiros que me ajudaram bastante. E essa evolução foi muito grande, agora é continuar trabalhando e concentrado para que eu possa continuar dando meu máximo pela nossa equipe, para que no final do ano, tudo isso que aconteceu, tanto essa evolução e essa tamanha felicidade que eu tenho de estar vestindo a camisa do Palmeiras, tenha uma recompensa.”

O Palmeiras entra em campo novamente no domingo (14), contra o Grêmio, no Pacaembu, em São Paulo.

MEDIA: 4.7VOTES: 3
VAVEL Logo

Sociedade Esportiva Palmeiras Notícias

há um dia
há 9 dias
há 9 dias
há 10 dias
há 12 dias
há 12 dias
há 12 dias
há 13 dias
há 12 dias
há 16 dias
há 16 dias