Guto Ferreira não resiste à derrota para o Vitória e é demitido da Chapecoense
Foto: Divulgação/Flickr Oficial Chapecoense

Guto Ferreira não resiste à derrota para o Vitória e é demitido da Chapecoense

Treinador teve apenas 33,33% de aproveitamento entre jogos da Série A e Copa do Brasil

matheus-gabriel
Matheus Gabriel

A Chapecoense perdeu em casa para o Vitória, adversário direto na luta contra o rebaixamento, por 1 a 0, e o técnico Guto Ferreira não resistiu. Em nota oficial em seu site, a Chapecoense anunciou o fim do vínculo com o comandante. Em 13 jogos a frente da equipe catarinense, Guto teve apenas 33,33% de aproveitamento entre jogos da Série A e da Copa do Brasil. Ele chegou ao clube para substituir Gilson Kleina, mas não conseguiu bons resultados, sendo eliminado pelo Corinthians nas quartas de final da Copa do Brasil e deixando o time na 17ª colocação, dentro da zona de rebaixamento, com 31 pontos.

Esta foi a segunda passagem de Guto Ferreira pela Chape. A primeira foi em setembro de 2015, quando também foi chamado para manter o clube na Série A, após demissão de Vinícius Eutrópio. Naquela oportunidade, Guto conseguiu alcançar o objetivo e manteve o Verdão na elite do futebol brasileiro.

No comando da equipe, conquistou o Campeonato Catarinense de 2016, e esteve na equipe técnica quando a Chape fez seu primeiro jogo internacional, pela Sul-Americana daquele ano. Em sua primeira passagem pela Chapecoense, Guto teve 56,2% de aproveitamento em 51 jogos, e deixou a equipe para assinar com o Bahia.

VAVEL Logo

Associação Chapecoense de Futebol Notícias

há 4 dias
há 4 dias
há 7 dias
há 11 dias
há 13 dias
há 18 dias
há 18 dias
há 20 dias
há 20 dias
há 20 dias
há 21 dias