Felipão elogia Deyverson e celebra vitória do Palmeiras sobre Grêmio
Foto: Divulgação/Palmeiras

Felipão elogia Deyverson e celebra vitória do Palmeiras sobre Grêmio

Técnico quer melhora no trabalho de bola, mas fica feliz com entrosamento

leticia-denadai
Leticia Denadai

O técnico Luiz Felipe Scolari concedeu entrevista coletiva após vitória por 2 a 0 sobre o Grêmio neste domingo (14).

Ele começou falando sobre o desempenho da equipe na partida. “O Palmeiras fez uma partida muito boa taticamente. Excelente no segundo tempo. Enfrentar o Grêmio sempre vai ser isso: encontrar dificuldades pela qualidade técnica. Acho que todos têm corrido, têm jogado. Coloca A, coloca B, vai bem.”

Depois, ele respondeu sobre a questão da valorização dos técnicos “novos” e como isso afeta os mais antigos. “Nós temos um pouco mais de experiência, de vivência. Daqui um, dois anos eles estarão no nosso lugar. As vezes, vocês da imprensa, dão um valor muito grande ao jovem e cobram muito desse jovem. Tem que dar valor, mas tem que ir devagar para que eles possam dar os passos nas equipes médias e grandes e, daqui 1,2,3,4,5 anos, nós vamos ter uma safra maravilhosa.”
 
O técnico ainda falou que a decisão do efeito suspensivo de Mayke e Diogo Barbosa não veio pela comissão técnica. “Foi o relator que não aceitou a pena de dois jogos para os nossos dois jogadores, para punir com muito mais, provavelmente.”

O professor ainda teve que responder o que mais o agrada na equipe e o que ele acha que pode melhorar. 
“O que tem me agradado é que, se eu coloco A, B ou C, a equipe reage normalmente a tudo aquilo que nós imaginamos na parte tática. O que eu acho que podemos melhorar é um pouco mais o trabalho de bola, que normalmente a gente faz nos treinamentos, para que haja uma evolução maior, uma situação de mais tranquilidade. Dentro da possibilidade, a gente quer trabalhar mais a bola.”

Ele terminou falando sobre o atacante Deyverson, que marcou os dois gols no jogo. “Se ele tomar um chá de maracugina antes do jogo, ele vai muito bem, porque duvido um zagueiro que goste de jogar contra ele. Ele incomoda toda hora, ele não perde bola por cima. É aquele tipo de jogador que dá para o grupo aquilo que o grupo precisa em momentos decisivos.”

O Palmeiras agora tem uma semana de descanso e só volta a campo no domingo (21), contra o Ceará. 

MEDIA: 5VOTES: 5
VAVEL Logo

Sociedade Esportiva Palmeiras Notícias

há um dia
há um dia
há um dia
há 4 dias
há 5 dias
há 5 dias
há 8 dias
há 8 dias
há 16 dias
há 16 dias
há 17 dias