De volta depois de três meses, Walter comemora retorno com assistência pelo CSA
Foto:Divulgação/CSA

De volta depois de três meses, Walter comemora retorno com assistência pelo CSA

Nesse intervalo de tempo o centroavante chegou até a ser preso pela polícia de Maceió; ontem entrou em campo e deu assistência para o gol do azulão

wesley-silva
Wesley Silvali

O CSA ganhou um reforço de peso para reta final da Serie B. Brigando pelo acesso e depois de ter perdido em casa para a Ponte Preta na última rodada, ontem o azulão do mutange enfrentou jogo difícil contra o Coritiba, dentro do Couto Pereira. No final, um importante resultado: 1 a 1 e pontinho valoroso conquistado para levar para casa.

Apesar do jogo de duas equipes que namoram o acesso, um fato secundário acabou roubando a cena durante todos os 90 minutos. O retorno do centroavante Walter aos gramados. Sem atuar desde o dia 20 de julho e passando uma uma série de problemas diferentes, o ex-Fluminense e Internacional e foi a surpresa da escalação do técnico Marcelo Cabo. E correspondeu: com uma lindíssima assistência de peito para o único gol do CSA no jogo. Marcado por Didira

No momento que o juiz decretou o final do duelo, naturalmente todos os repórteres foram em Walter. Inclusive os locais. Visto o seu tempo e passagem razoavelmente marcante pelo Atlético Paranaense. Feliz e esperançoso, Walter comemorou o empate da sua equipe, agradeceu pela oportunidade concedida por Marcelo Cabo e lembrou do pai, sequestrado já há nove meses.

"É um ponto muito importante, contra uma equipe que também briga na parte de cima. Eu acho que esse empate tira eles (o Coritiba) da disputa pelo acesso. É menos um. Demos o vacilo de levar o gol mas sairemos daqui com um resultado bom. Queria agradecer também ao professor Marcelo Cabo, que me deu a oportunidade, me ofereceu confiança, mesmo eu tendo passado e ainda está passando por um momento complicado. Estou muito feliz por ter ajudado".

Walter também mostrou carinho pelos torcedores do Coritiba. Seu rival por bom tempo, o atacante ignorou as vaias e as brincadeiras enquanto subia no carro maca e disse ter admiração pelo alviverde. 

"Gosto muito de vir jogar aqui contra o coxa. Eu me sinto muito bem. É uma grande equipe, e olhem só o carinho que todos os torcedores possuem por mim", encerrou, de forma descontraída.

VAVEL Logo

Serie B Notícias

há 5 dias
há 8 dias
há 8 dias
há 8 dias
há 8 dias
há 8 dias
há 12 dias
há 20 dias
há 25 dias
há 25 dias