Jair Ventura admite que não testou time titular do Corinthians antes da final
Foto: Agência Corinthians

Jair Ventura admite que não testou time titular do Corinthians antes da final

Técnico alvinegro destacou, também, a diferença entre os investimentos realizados no time mineiro e no Corinthians e elogiou Sheik

julixnnag
Julianna Gonçalves

Após a final contra o Cruzeiro em casa, na Arena Corinthians, o técnico do timão admitiu que não testou a equipe titular escolhida para dar início a decisão dessa quarta-feira (17), terminada em 2 a 1 para o time mineiro. 

“Não deu para treinar todos, porque muitos deles não tinham condições. Alguns jogadores jogaram contra o Santos. O Léo Santos jogou contra o Santos, o Gabriel jogou contra o Santos. Por conta dessa situação, não deu para pôr todo mundo junto, mas o que mais acontece é jogar sem treinar. Foi assim contra o Palmeiras, contra o Flamengo, coisa mais normal dentro do futebol por conta desse calendário apertado”, admitiu.

Jair Ventura também comparou os investimentos de ambos os times, buscando explicar os motivos dentro e fora de campo que levaram à perda do time.

“O importante é estar sempre chegando. Há dois anos fui escolhido o técnico revelação e agora chego na final. Tem de estar disputando. Temos que lembrar também que nosso adversário investiu muito mais, e por isso era cotado como favorito. É que na derrota só pesa isso, quem perdeu. De repente, com mais peças, a situação poderia ser diferente. Mas a gente faz o que for possível. Vale lembrar que hoje o Brasil todo estava vendo o Corinthians jogar, estava vendo a final. Acho que nem tudo está errado assim”, defendeu.

Contudo, o técnico corintiano justificou suas próprias escolhas e não poupou elogios a Emerson Sheik, a grande novidade para a final:

“Temos um camisa 9 que podia jogar e a gente precisava ter profundidade e fazer dois gols. No elenco não tínhamos outro jogador apto para jogar. Foi a nossa tentativa com o Jonathas. Já o Sheik foi um tentativa sabendo que não teria o Egídio para ele marcar de jogar ali. O Emerson fez uma grande partida. Não gostamos muito do Jonathas, mas gostamos do Emerson. Então se colocar no balanço aí, foram boas. Tem responsabilidade do técnico, mas a gente faz o melhor. A gente agrediu o Cruzeiro e os gols deles saíram em erros nossos. Cruzeiro é assim”

Com o vice-campeonato da Copa do Brasil, o Timão volta seu foco para o Campeonato Brasileiro onde flerta matematicamente com o Z-4 e Jair também falou sobre focar no brasileirão a partir de agora:

“Fomos para cima, jogamos em cima do Cruzeiro o tempo todo, mas acabamos sofrendo os gols. Foi um jogo bom, Corinthians tentou propor desde o início. E agora, vamos ficar tristes, mas só temos o direito até o próximo jogo, porque temos de dar a volta por cima no Brasileiro, que passa a ser o nosso foco para terminar o mais alto”, destacou.

O time está na 11º colocação, 11 pontos longe do G-6 e a quatro da zona de rebaixamento. O próximo compromisso alvinegro é contra o Vitória, neste domingo (21), em partida válida pela 30ª rodada do Campeonato. 

VAVEL Logo

Sport Club Corinthians Paulista Notícias

há 4 dias
há 5 dias
há 5 dias
há 6 dias
há 7 dias
há 6 dias
há 11 dias
há 18 dias
há 19 dias
há 20 dias
há 19 dias