Marquinhos revela indignação por pênalti não marcado: "Fomos roubados por um safado"
Foto: Jamira Furlani/Avaí FC

Marquinhos revela indignação por pênalti não marcado: "Fomos roubados por um safado"

Capitão e outros atletas ficaram alterados com árbitro da partida depois do empate com Oeste

ritielimoura
Ritieli Moura

Os ânimos ficaram alterados após o apito final na Ressacada. Saindo de campo com um empate em 1 a 1 contra o Oeste, os jogadores do Avaí foram pra cima do árbitro Daniel Nobre Bins. Eles reclamaram um pênalti não dado sobre Jones Carioca, já nos acréscimos.

Um dos mais revoltados com a situação foi o meia Marquinhos. O atleta não poupou palavras para falar sobre o ocorrido.

Eu estava louco pra dar um soco na cara dele, mas como sou profissional não posso. O bandeira disse que não viu, estava bem mais perto do lance é isso é inadmissível. É uma verdadeira vergonha. Tem muita força política e time com dinheiro. Fomos roubados por um safado, que veio aqui e nos roubou”, disse em entrevista para a rádio CBN Diário.

O zagueiro Betão também estava alterado. Ele cobrou providências da CBF. “Isso é coisa séria, é trabalho. A CBF precisa tomar providências. Desse jeito não dá”, declarou.

Jones Carioca, que foi quem sofreu a falta, afirmou que houve carga. Para ele o árbitro foi mal intencionado. “O juiz foi um pouco mal intencionado e depois vai ver na tv. Houve a carga, se não fosse isso eu iria finalizar a gol”, disse. 

Com o empate o Avaí chegou a 52 pontos. A equipe ocupa a terceira colocação no Campeonato Brasileiro Série B. Na próxima sexta-feira (26), tem confronto direto contra o vice-líder Goiás, fora de casa, às 21h30.

VAVEL Logo