Mano Menezes festeja vitória e desempenho do Cruzeiro: "Queremos jogar para ganhar"
(Foto: Marcello Zambrana/Light Press/Cruzeiro)

Mano Menezes festeja vitória e desempenho do Cruzeiro: "Queremos jogar para ganhar"

O treinador celeste ainda avaliou que o clube não vai abdicar do campeonato e vai fazer de tudo para terminá-lo com o maior número de pontos possíveis

gabriel_oandrea
Gabriel Andrea

Mesmo depois de um hiato de apenas 3 dias após o título da Copa do Brasil, Mano Menezes escalou um Cruzeiro completo em campo contra a Chapecoense, remando contra o que a maioria imaginava que o treinador faria. E o resultado dessa ousadia foi positivo, já que a Raposa passou por cima do time de Chapecó com 3 gols, todos feitos no primeiro tempo. Sobre o curto tempo entre as festas de comemoração do título e o jogo de hoje, Mano brincou:

"Primeiro a confirmação de que meu grupo é bom de festa né? Recupera bem, sabe comemorar, mas na hora da responsabilidade ele vai pra campo e faz o que fez e o que ele sabe fazer. [...] Vamos comemorar. Era um jogo que tinha essa dose de cuidado, exatamente em função de termos conquistado esse título na quarta-feira".

Sobre o que o time conseguiu fazer hoje para chegar a um placar largo com imposição e facilidade, o treinador celeste complementou:

"Hoje fizemos três, com volume de jogo do primeiro tempo, mas nem tantas oportunidades claras assim. A bola entrou mais fácil. Isso é fruto de tudo isso que estamos vivendo. [...] Nós queremos jogar para ganhar. Esse é o nosso objetivo e é assim que nós vamos fazer".

O segundo tempo do Cruzeiro foi bem diferente do primeiro, em que ficou clara a disposição dos jogadores pela construção do placar. Os 45 minutos finais foram de plena administração de jogo para os comandados de Mano:

"A segunda parte do jogo era natural que sofrêssemos. E para complicar um pouco, os jogadores mais desgastados que tínhamos era Thiago Neves, talvez Robinho, e em função da terceira alteração com Ariel a gente teve que levar esses jogadores até o final”, disse o treinador celeste.

Perguntado sobre que postura o Cruzeiro vai adotar daqui para frente no Campeonato Brasileiro, já que a equipe não tem nenhuma ambição extra no torneio, Mano Menezes replicou:

"Nós queremos fazer um campeonato de encerramento melhor. Como fizemos no ano passado. [...] O time quando está mais leve geralmente as decisões são mais acertadas. [...] Vamos jogar com a seriedade que o nosso torcedor merece. Nós vamos jogar para ele. E para nós".

Sobre a marca alcançada pelo goleiro Fábio, ídolo da torcida cruzeirense e que bateu a marca de 800 jogos pelo clube no jogo de hoje, Mano afirmou:

"Fábio quase que dispensa comentários. Hoje abrilhantou seu jogo de número 800 com a camisa do Cruzeiro. Fez três defesas espetaculares".

Além da ênfase na partida e na marca batida pelo goleiro, Mano disse que seria injusto deixar de exaltar a partida feita pelo zagueiro Léo, além da constância que apresentou durante toda a temporada:

"Léo. É bom que se cite Léo, né? Porque o Cruzeiro contrata zagueiro, entra zagueiro, sai zagueiro e ele continua lá, né? É um dos jogadores mais profissionais do Cruzeiro. É um dos que mais jogou na temporada. Invariavelmente, Léo estava lá".

Quando perguntado sobre sua permanência no Cruzeiro, Mano adotou cautela, mas garantiu seu desejo de estender seu vínculo com o clube, que vai até o final do ano que vem:

"Eu tenho um contrato com o Cruzeiro até o final de 2019. [...] Quem tem contrato tem vontade de ficar. Se acontecer uma coisa diferente disso, a gente vai falar".

VAVEL Logo

Cruzeiro Esporte Clube Notícias

há 3 dias
há 3 dias
há 9 dias
há 13 dias
há 13 dias
há 18 dias
há 21 dias
há 21 dias
há 23 dias
há 24 dias
há 24 dias