Chapecoense e América-MG fazem duelo decisivo na luta contra rebaixamento
Foto: Mourão Panda/AFC

Chapecoense e América-MG fazem duelo decisivo na luta contra rebaixamento

Três pontos separam as equipes na tabela de classificação; Chape é quem está em situação mais delicada

gustavomilioli
Gustavo Milioli
ChapecoenseJandrei, Eduardo, Rafael Thyere, Douglas e Bruno Pacheco; Amaral, Barreto, Canteros e Diego Torres; Doffo e Leandro Pereira. Técnico: Claudinei Oliveira.
América-MGJoão Ricardo; Aderlan, Messias, Matheus Ferraz e Carlinhos; Zé Ricardo, Juninho, Gérson Magrão, Giovanni ; Luan e Mateusinho. Técnico: Adilson Batista.
INCIDENCIAS31ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro, às 19h de sábado (27), na Arena Condá, em Chapecó/SC

Pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro, Chapecoense e América-MG medem forças na noite deste sábado (27), na Arena Condá. Oponentes diretos na briga pela permanência, o Coelho é a primeira equipe fora da zona de rebaixamento, com três pontos de vantagem em relação a Chape, que aparece duas posições abaixo na classificação.

Claudinei Oliveira indica time indefinido

Para o primeiro jogo em casa de Claudinei Oliveira no comando da Chapecoense, o treinador preferiu não confirmar a escalação. Leandro Pereira, que era dúvida após corte na região do supercílio, está relacionado e deve jogar com uma proteção na região machucada.

A principal dúvida é na composição do ataque. Diego Torres pode deixar a titularidade cedendo espaço a Osman Jr ou Bruno Silva. Yann Rolim também é cotado, mas corre por fora.

"Temos uma dúvida na extrema, se joga Bruno ou se joga o Osman. Se colocar o Diego Torres que faz algo diferente em termos de posicionamento, se começa com Yann... o resto do time está quase definido", antecipou o treinador.

Claudinei também deu pistas de como sua equipe deve se portar no decorrer do jogo. Com isso, Canteros se torna o responsável por ser o armador do time.

"Talvez a gente comece com uma formação de meio-campo mais ou menos igual iniciamos contra o Cruzeiro, com uma sustentação maior para o Canteros ter mais liberdade para jogar. E no segundo tempo, assim como fizemos contra o Cruzeiro, se tiver a necessidade de abrir mais a equipe, temos condições de dar um passo à frente", completou.

América-MG quer por fim a série sem vitórias

O América acumula sete jogos sem vencer no Campeonato Brasileiro. Sem ter gordura para queimar, a equipe sabe da importância da reabilitação contra um adversário direto. O técnico Adilson Batista não poderá contar com o meia Matheusinho, com dores no joelho direito. Ruy e Robinho aparecem como prováveis substitutos.

O Coelho nunca venceu a Chape na história do confronto. Será a sexta vez que se enfrentarão pelo torneio nacional, com três vitórias catarinenses e dois empates. Para o volante Juninho, o retrospecto negativo não abala a confiança.

"Tabu é para ser quebrado. Isso causa um pouco mais de preocupação para nós, porque o América nunca venceu e sempre foram jogos difíceis. Mas já estamos cientes das dificuldades e que eles também necessitam de uma vitória. Acho que isso não deve mudar muita coisa. Se vencermos lá, será mais uma marca positiva que este grupo deixa. Vamos fazer de tudo para buscar os estes três pontos", afirmou.

O volante ratificou o caráter decisivo do duelo. Por se tratar de um jogo de seis pontos, quem perder ficará em uma situação ainda mais delicada faltando sete rodadas para o término da competição.

"Temos de colocar na cabeça que será uma decisão. Não podemos só ficar falando isso, mas colocar na cabeça e encarar como uma decisão. É um momento de a atitude falar mais. Precisamos vencer para dar uma aliviada e para quebrar essa sequência de empates. O América precisa da vitória, assim como eles também estão necessitando. Portanto, temos de entrar bem equilibrados e sabendo o que fazer em campo para não sermos surpreendidos", concluiu.

VAVEL Logo