Em busca de uma premiação mais alta no Brasileirão, Cruzeiro recebe o virtual rebaixado Paraná
(Foto: Vinnicius Silva / Cruzeiro)

Em busca de uma premiação mais alta no Brasileirão, Cruzeiro recebe o virtual rebaixado Paraná

Depois de perder em casa para o Ceará, o Cruzeiro já sabe onde não deve vacilar; no time paranaense, a expectativa é de um fim de campeonato mais digno

gabriel_oandrea
Gabriel Andrea

Será mais um daqueles confronto entre extremos. Isso porque o Cruzeiro vive um momento de total tranquilidade depois de levantar a taça de campeão da Copa do Brasil e se garantir na Libertadores do próximo ano, além de não correr riscos sérios de rebaixamento. O Paraná, por sua vez, respira por aparelhos e é o lanterna isolado da competição, com apenas 17 pontos garantidos em todo o campeonato. Os clubes se enfrentam neste sábado (27), às 21h, no Estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG).

Fato é que, na última partida realizada pela Raposa dentro de casa, os comandados de Mano Menezes derraparam feio para um também desesperado Ceará dentro de casa, e perderam por 2 a 0, reanimando o time nordestino. O Paraná espera que o mesmo ocorra na noite de hoje.

A missão celeste agora é melhorar a posição da equipe na tabela, pensando na premiação ao término do Brasileirão. As mudanças na Raposa prometem ser várias. Mano e sua equipe de trabalho mais uma vez acenam com descanso para aqueles que vem atuando com mais frequência. Thiago Neves já está fora do confronto com o clube que o revelou pelo terceiro cartão amarelo, o que automaticamente já altera o meio-campo cruzeirense. Robinho e Rafinha, com desconforto muscular, também ficam de fora, o que também deve ocorrer com Henrique e Barcos.

Por outro lado, Dedé e o uruguaio Arrascaeta retomam seus lugares no time que tem como grande novidade a presença de Fred, recém-recuperado de uma grave lesão. Embora Mano não tenha confirmado quem começa jogando, Ariel Cabral e Lucas Romero devem atuar como volantes, com David ajudando na armação e Rafael Sóbis mais à frente.

No time do Paraná, que trocou o treinador e agora é comandado por Dado Cavalcanti, as mudanças também serão muitas, já pensando em 2019. Ortigoza, Deivid, Caio Henrique, Baez, Cléber Reis e o ex-atleticano, Carlos, rescindiram contrato ou foram encostados. Sem o zagueiro René Santos, que se recupera de uma cabeçada, o treinador volta a apostar em dois zagueiros. Por outro lado, o meio ganha o volante Leandro Vilela, enquanto Andrey entra no ataque.

VAVEL Logo