River Plate vira contra Grêmio com gols na reta final e avança à decisão da Libertadores
Foto: Lucas Uebel/Grêmio

River Plate vira contra Grêmio com gols na reta final e avança à decisão da Libertadores

Semifinal teve sua história decidida por lance flagrado pelo árbitro de vídeo

ritielimoura
Ritieli Moura

Em jogo polêmico, onde não conseguiu exibir seu bom futebol, o Grêmio perdeu de virada para o River Plate e deu adeus a Libertadores. Nesta terça-feira (30), o Tricolor saiu na frente, com Leonardo Gomes, sofreu o empate em um gol onde a bola tocou o braço de Borre e sofreu a virada de pênalti, conferido por Pity Martínez, garantindo a vitória argentina por 2 a 1.

O River não se intimidou com a massa gremista na Arena. A equipe Argentina foi para cima do Grêmio logo no início do jogo. Aos nove minutos, Ponzio arriscou da intermediária e o goleiro Marcelo Grohe espalmou. Aos 12, Palacios recebeu na entrada da área e mandou na rede pelo lado de fora.

O Grêmio, que parecia não ter entrado em campo, jogava recuado. Nas datas oportunidades que tinha de sair ao ataque, Jael estava sozinho na frente, sem opções de passe. Aos 27 minutos, o River voltou a assustar. Após troca de passes, Pratto deixa para Palácios, que manda perto do gol.

Apesar das dificuldades, foi o Grêmio que abriu o placar na Arena. Aos 37, Alisson cobrou escanteio, a bola desviou na defesa e sobrou pra Leonardo Gomes chutar da entrada da área, mandando para o fundo do gol.

Na segunda etapa o Tricolor voltou para o jogo mais atento. A equipe passou a ocupar o campo de ataque, tocando a bola. Logo nos minutos iniciais  Everton entrou em campo.

Mesmo com pouco tempo em jogo, o atacante já foi para cima. Aos 16, ele recebeu da entrada da área e soltou o chute, para o goleiro Armani fazer a defesa. Aos 21, Jael lançou a bola na frente e Everton avançou, ficando cara a cara com o goleiro, que se jogou e fez a defesa.

O jogo, que parecia estar resolvido, passou por uma reviravolta. Aos 37 minutos Pity cobrou falta na área e Borre, em lance duvidoso, onde a bola parece ter tocado no seu braço, mandou para o fundo do gol, empatando a partida na Arena e aumentando a tensão.

Aos 42, com auxílio do VAR, o árbitro flagrou toque de mão na bola de Bressan e marcou pênalti. O zagueiro gremista dois expulso e, após muita confusão, Pity Martínez converteu a penalidade, garantindo a classificação do River.

VAVEL Logo