No duelo de lanternas, Paraná e Vitória se enfrentam na Vila Capanema
No primeiro turno, o Vitória venceu, por 1 a 0, no Barradão (Mauricia da Mata / EC Vitória)

 

Na luta contra o rebaixamento, Paraná e Vitória, os dois últimos colocados no Campeonato Brasileiro, se enfrentam no domingo (04), na Vila Capanema, às 17h. Caso vença, o Leão tem chances de sair do Z-4 nessa rodada. A situação do Tricolor é mais desesperadora, o clube é o lanterna isolado da competição e tem 99% de chances de cair para a segunda divisão.

Na busca pelo milagre, Dado Cavalcanti não quer mudar o elenco titular

Com o objetivo de evoluir a equipe, o técnico Dado Cavalcanti declarou que quer fazer o mínimo de alterações no time, em relação a escalação da partida contra o Cruzeiro, que terminou em uma vitória da Raposa, por 3 a 1, no último sábado (27).

"O excesso de mudanças nos traz alguns prejuízos, a principal é na dinâmica de jogo. Por mais que a gente saiba que precisa melhorar muito, a melhor forma (de corrigir) é repetindo escalações. Vai acontecer uma ou, no máximo, duas trocas. A ideia inicial é manter a base inicial do jogo do Cruzeiro, buscando a evolução com a sequência de jogos", disse.

O treinador também considerou que, mesmo com uma diferença de 16 pontos, o confronto será equilibrado, diferentemente dos jogos contra Flamengo e Cruzeiro.

"Nosso adversário também tem muito a perder. Vamos enfrentar um adversário que também tem peso nos ombros, um fardo grande. Temos um confronto de mais igualdade. Temos que ter um pouco de superação técnica para buscar um bom resultado. É um jogo que talvez o Paraná possa fazer de igual para igual", finalizou.

Desfalcado, Vitória confia na base para escapar do Z-4

Para melhorar sua situação na parte de baixo da tabela, o Rubro Negro Baiano vai poder contar com o reforço de Eron.  Destaque das equipes sub-20 e sub-23 do Leão, o jovem foi relacionado pelo técnico Paulo Cézar Carpegiani na equipe principal e poderá ter a sua primeira oportunidade como profissional.

O desfalque é a esperança de gols dessa temporada, o atacante Luan. O jogador foi vetado pelo departamento médico após sentir um um incômodo na coxa. Em entrevista coletiva, na última quinta-feira (01), ele  afirmou que estava animado para voltar aos gramados, depois de três meses sem jogar. 

"Estou motivado. Três meses parado... Foram três meses em que me preparei bastante para todo tipo de situação, tanto física quanto mentalmente. Então estou motivado, junto com meus companheiros, que me deram muita confiança", afirmou.

Mesmo sem a presença do seu artilheiro, o volante Léo Gomes acredita que a união dos atletas será fundamental para a superação da má fase vivida pelo clube.

"O grupo está fechado, está unido. Esse é o momento da gente  dar o nosso máximo, dar 110%, 120% e não só o 100%. A gente tem que sempre dar um algo a mais porque a partir de agora tem que ir para cima para vencer os jogos que ainda faltam para sair de vez dessa situação", disse.

VAVEL Logo