1-0, min. 59, Alex Santana 1-1. min. 84, Léo Ceará.
 No jogo dos desesperados, Paraná e Vitória empatam na Vila Capanema 
Empate deixa Vitória com 34 pontos e Paraná com 18 (Divulgação/ Paraná)

 No jogo dos desesperados, Paraná e Vitória empatam na Vila Capanema 

Resultado tira provisoriamente o Rubro-Negro Baiano da zona de rebaixamento do Brasileiro. Tricolor ainda é o lanterna isolado da competição

sandroquintanilha
Sandro Quintanilha

No duelo dos lanternas do Campeonato Brasileiro, Paraná e Vitória ficaram no empate, em 1 a 1, na tarde desse domingo (04), na Vila Capanema. Alex Santana colocou os mandantes na frente, mas Léo Ceará igualou o placar para os visitantes. 

Quem pressionou primeiro foi o Tricolor da Vila.  Com alguns segundos de jogo, Jhonny Lucas fez a jogada com Juninho, pelo lado esquerdo e cruzou rasteiro, encontrando Alex Santana, que chutou de primeira e acertou o travessão.

Pouco depois veio a resposta do Leão. Arouca fez o lançamento para Benitez, que invadiu a área e tocou para Rodrigo Andrade chegar finalizando. Antes de chegar no goleiro, René fez o corte e afastou o perigo.

Após o inicio movimentado, o confronto foi perdendo emoção. As duas equipes erravam muito e não conseguiam chegar ao ataque. Mesmo com mais posse de bola o Rubro-Negro Baiano  pouco ameaçou, não conseguindo acertar a meta adversária durante toda a primeira etapa. 

O time da casa também não produziu muito. Depois do lance antes do primeiro minuto, a equipe paranista só teve outra oportunidade aos 36. Alex Santana recebeu completamente livre, na entrada na meia lua e arriscou um chute forte. Aderllan, com a cabeça, mandou para escanteio.

No segundo tempo o Leão tentou estabelecer pressão e quase abriu o placar em duas oportunidades. Aos quatro, Benitez cobrou falta e Aderllan cabeceou nas mãos de Richard. Três minutos depois, Erik aproveitou cruzamento de Ramon, driblou o marcador, mas acertou a rede pelo lado de fora. 

A grande chance dos mandantes apareceu aos 13 e Alex Santana colocou o Tricolor na frente. Andrey tabelou com Rafael Grampola e deixou o camisa oito em excelente posição para finalizar cruzado e balançar a rede de Ronaldo.

Os visitantes se lançaram ao ataque, em busca do empate. Com 36 minutos, Léo Ceará deixou tudo igual na partida. Em cobrança de escanteio, o atacante subiu mais que toda a defesa e deixou o dele de cabeça.

O Leão da Barra continuou pressionando até o fim do jogo. Neilton encontrou Lucas Fernandes, que tentou de voleio, mas acabou mandando por cima do gol. Nos acréscimos, Neílton recebeu passe de Benitez, girou e chutou, nas mãos de Richard, que não deu rebote.

O resultado tira provisoriamente o time baiano da zona de rebaixamento, ficando em 16º, com 34 pontos. Já o Tricolor fica com 18 e se complica ainda mais na tabela, permanecendo na lanterna da competição.

No próximo sábado (10), o Paraná volta a campo, quando visita o América-MG no estádio Independência, às 21h. Um dia depois, o Vitória joga o clássico contra o Bahia, no Barradão, às 18h.

VAVEL Logo