0-1, min. 64, Camacho. 1-1, min. 75, Rodrigo Moledo. 2-1, min. D'Alessandro.
Internacional sai atrás, mas vira contra reservas do Atlético-PR com pênalti polêmico no fim
(Ricardo Duarte/SC Internacional)

Internacional sai atrás, mas vira contra reservas do Atlético-PR com pênalti polêmico no fim

Gaúchos recuperaram vice-liderança, enquanto paranaenses agora focam na luta pela Sul-Americana

caio__vinicius
Caio Vinicius
sc internacionalMarcelo Lomba; Fabiano, V. Cuesta, Rodrigo Moledo e Iago; Gabriel Dias (Rossi), D'Alessandro, Patrick, Juan Alano (Pottker); Nico López, L; Damião (Wellington Silva).
atletico-prFelipe Alves; Diego Ferreira, Wanderson, T. Heleno e M. Azevedo; Bruno Guimarães, Camacho (R. Veiga), M. Rossetto (Léo Pereira); Marcinho (Cirino), Rony, Bergson.
INCIDENCIASPartida válida pela trigésima segunda rodada da Serie A do Campeonato Brasileiro e disputada no Beira-Rio, em Porto Alegre.

Neste domingo (4), Internacional e Atlético Paranaense duelaram pela trigésima segunda rodada do Campeonato Brasileiro. Jogando em casa, no Beira-Rio, os colorados venceram o Furacão de virada por 2 a 1 já no fim.

Com o resultado, os gaúchos voltam a assumir o segundo lugar da tabela, com 61 pontos e segue a caça ao líder Palmeiras. Os colorados volta a campo só no próximo fim de semana, domingo (11), diante do Ceará, ás 18h, na Arena Castelão.

Enquanto isso, o Atlético cai para a nona colocação e permanece com os 43 pontos. O time paranaense tem um desafio no meio de semana, contra o Fluminense, pela Copa Sul-Americana. A bola rola ás 21h30 na Arena da Baixada.

Quem tomou a iniciativa em campo foram os donos da casa. Os 10 primeiros minutos foram de imposição do Internacional em campo, com mais posse de bola e mais chegadas na frente, entretanto, sem conseguir ser eficiente.

O primeiro lance de mais perigo do jogo foi aos 12 minutos, quando Iago partiu pelo lado direito da defesa do Atlético-PR, cruzou e a bola desviou no defensor, indo direto para o gol. O goleiro Felipe Alves foi rápido e conseguiu salvar.

A partida era bem truncada no meio, com muitos jogadores perdendo a posse com certa facilidade. Aos 24, o Inter surgiu novamente com perigo no ataque. Passe por elevação de Juan Alano, que encontrou D'Alessandro. O argentino chutou de primeira e a bola bateu na rede pelo lado de fora.

Aos 34 saiu a primeira boa oportunidade do time paranaense e foi um tremendo susto para Marcelo Lomba. Em falta no meio-campo da área dos gaúchos, o atacante Bérgson mandou uma bomba de longe e a bola passou raspando a trave direita. A resposta colorada veio dez minutos depois em boa jogada de Patrick na esquerda. O volante do Inter passou por dois defensores e cruzou, mas Leandro Damião não conseguiu alcançar e o goleiro pegou.

Ambas as equipes voltaram do intervalo sem mexidas. O Inter seguia com boas chegadas, mas quem ameaçou primeiro na etapa final foi o time visitante. Após falta cobrada pro Rossetto, Cuesta desviou a bola e ela foi direto na trave. Quase gol contra do zagueiro argentino.

Aos 58, Nico Lopez puxou contra-ataque, passou com muita facilidade por Camacho e deixou para Damião. O centroavante ajeitou, finalizou colocado e mandou nas mãos do goleiro. O uruguaio, que iniciou bem a jogada, voltou a aparecer com perigo quatro minutos depois, em boa tabela com Wellington Silva. O camisa 7 bateu com perigo ao lado do gol.

Até que aos 64 finalmente saiu o tão esperado gol. Em uma bobeada de Patrick no meio, Camacho ficou com a posse, arrancou e bateu de perna esquerda. A bola desviou em Rodrigo Moledo e enganou o goleiro adversário. 1 a 0 para o time visitante.

O CAP empolgou depois de abrir o placar e por pouco não chegou ao segundo. Jogada de infiltração de Raphael Veiga, que saiu no meio de dois zagueiros e conseguiu finalizar. O chute saiu rasteiro, mas com muito perigo ao gol de Lomba.

Porém, a festa paranaense no Beira-Rio acabou aos 81 minutos de bola rolando. O Inter, que cruzava muitas bolas na área mesmo sem uma referência no ataque, chegou a um empate nessa jogada. Após cruzamento de Wellington Silva, o zagueiro Rodrigo Moledo surgiu em meio aos zagueiros, que ficaram parados, e mandou de primeira pro fundo do gol.

O jogo, que já era tenso, ficou ainda mais alucinado no fim. No último momento do tempo normal, Rossi entrou na área e acabou caindo após choque de Márcio Azevedo. O árbitro confirmou a penalidade e mostrou cartão amarelo para o lateral. Apesar da indignação do time paranaense, o lance foi confirmado e D'Alessandro, capitão colorado, bateu no canto esquerdo para virar e dar a vitória aos gaúchos.

VAVEL Logo