Londrina recebe o Criciúma buscando encostar no G-4 da Série B
Foto: Divulgação/Criciúma EC

Vindo de nove jogos de invencibilidade na Série B, o Londrina volta a jogar em casa buscando aproximar-se ainda mais do grupo de acesso. Na noite desta terça-feira (6), encara o Criciúma, no Estádio do Café.

Na sexta colocação com 51 pontos, o LEC pode terminar a rodada com apenas dois pontos de desvantagem para o Avaí, time que abre o G-4 da competição. Para isso, precisará vencer o Criciúma e torcer por um tropeço da equipe de Florianópolis, que joga fora de casa contra o Atlético-GO, outro postulante ao acesso.

Por outro lado, o Tigre, na 14ª colocação, almeja garantir a permanência o mais breve possível. Com mais três pontos, atinge o 'número mágico' de 45 e pode começar a planejar a próxima temporada assegurado na segunda divisão.

Roberto Fonseca pode promover a estreia e Matheus Mancini

Com a suspensão de Leandro Almeida, o zagueiro Matheus Mancini deve fazer sua estreia no Londrina faltando quatro rodadas para o término do campeonato. Contratado em agosto por empréstimo junto ao Atlético-MG, o jogador de 24 anos aparece como principal favorito para assumir a vaga. Luizão e Silvio também correm por fora.

Questionado sobre uma possível falta de ritmo do defensor, o técnico Roberto Fonseca disse não se preocupar com essa questão. Afirmou estar satisfeito com o rendimento apresentado durante os treinos nas últimas semanas.

"Todos estão no mesmo patamar físico e têm treinado bem, porém não tem jogado. Quem treina bem, trabalha com afinco, a hora que aparece a oportunidade, o atleta está preparado. Esses jogadores têm trabalho muito sério. Quem for a opção, a gente estará muito bem servido, será um atleta para dar sequência ao bom trabalho da defesa", ressaltou o treinador em entrevista coletiva nesta segunda-feira.

A equipe também terá uma alteração no ataque. Expulso no último jogo, Thiago Ribeiro fica de fora. Paulinho Moccelin, após cumprir suspensão, volta ao time titular.

Com desfalque de última hora, Mazola Júnior tem problemas para escalar o time

No último treino antes da partida desta terça, o técnico Mazola Júnior optou por trabalhar com portões fechados. Sem poder contar com Zé Carlos e Marlon (suspensos), uma nova baixa coloca um ponto de interrogação na equipe que deve iniciar a partida frente ao Londrina. Iago, que seria o substituto natural de Marlon na lateral-esquerda, com problemas médicos foi cortado, forçando uma improvisação no setor.

Sem opções da posição, o atacante de origem Andrew aparece como provável substituto. Ele já desempenhou a função em outras oportunidades, e pode auxiliar na marcação na beirada do campo. 

Quem retorna ao time é o volante Liel, que cumpriu suspensão automática contra o Goiás. Na frente, Nícolas pode ganhar uma nova chance entre os onze e substituir Zé Carlos, expulso ao final do último jogo.

"Mais uma vez vamos para um jogo com problemas sérios em relação a cartões, problemas físicos, de saúde. Mas nada que a gente não esteja habituado esse ano no Criciúma. Vamos mais uma vez fazer de tudo para nos superar e conseguir um bom resultado em Londrina", afirmou Mazola.

VAVEL Logo