Botafogo bate Flamengo em casa, se distancia do Z-4 e dificulta sonho de título do rival 
Foto: Vitor Silva/SS Press/Botafogo

Botafogo bate Flamengo em casa, se distancia do Z-4 e dificulta sonho de título do rival 

Em partida importante para os dois clubes, o Botafogo leva a melhor e da uma respirada no Brasileirão

brunamaia
Bruna Maia
BotafogoGatito Fernández, Marcinho, Joel Carli, Igor Rabello e Gilson (Moisés); Matheus Fernandes, Rodrigo Lindoso, Luiz Fernando (Rodrigo Pimpão) e Leonardo Valencia (Renatinho); Erik e Brenner (Kieza)
FlamengoCesar, Pará (Rodinei), Réver, Léo Duarte e Renê; Gustavo Cuéllar, Willian Arão, Lucas Paquetá, Everton Ribeiro (Marlos Moreno) e Vitinho; Fernando Uribe Técnico: Dorival Júnior
Placar1-0, min 18, Erik. 2-0, min 29, Léo Valencia. 2-1, min 52, Vitinho.
INCIDENCIASClássico válido pela 33ª rodada do Brasileiro Série A 2018.

Na noite deste sábado (10), Botafogo e Flamengo se enfrentaram no Estádio Nilton Santos. A partida valia pontos importantes para a 33ª rodada do Campeonato Brasileiro. No duelo, o Botafogo foi superior no primeiro tempo, e mesmo com gol no início do segundo tempo e superioridade em relação a primeira etapa, o Rubro-Negro não conseguiu buscar o resultado, e a partida acabou 2 a 1.

A partida se iniciou com um grande número de faltas. Logo aos 9 e 11 minutos, Gilson e Cuellar receberam cartão amarelo. Aos 18 minutos, o Glorioso abriu o placar com uma finalização do atacante Erik, do meio da área no canto inferior esquerdo, com assistência de Leonardo Valencia. Aos 29, o Botafogo voltou a marcar com Léo Valencia, com um gol de falta, batido no ângulo superior direito.

Após sofrer os dois gols, logo aos 35 do primeiro tempo, Dorival Júnior optou por substituir o meia Cuellar por Diego, buscando mudanças no time para reverter o placar. O jogo continuou truncado e de superioridade do Botafogo no primeiro tempo. O Flamengo até teve mais posse de bola, mas não soube levar perigo ao gol de Gatito. Já o Alvinegro foi mais eficiente nas chances que teve e conseguiu manter vantagem com certa facilidade.

Logo aos 3 minutos do segundo tempo, Paquetá tocou para Pará na direita. O lateral cruzou e Vitinho, livre na segunda trave, cabeceou para baixo. O Flamengo diminuiu no Nílton Santos, fazendo o jogo esquentar. Em menos de 5 minutos depois, Vitinho cobrou falta, a bola desviou na barreira e explodiu no travessão. O lance quase resultou no empate do Flamengo.

Aos 18 minutos do segundo tempo, Gilson saiu, aplaudido pela torcida, para dar lugar a Moisés. Logo após a substituição, mais uma vez quase saiu o empate no Nilton Santos. Após confusão na área do Botafogo, a bola subiu e Paquetá arriscou uma bicicleta, que passou perto da trave direita de Gatito. Aos 24 minutos, Pará deixou o Rubro-Negro para a entrada de Rodinei e Luiz Fernando deixou o campo para a entrada de Rodrigo Pimpão, pelo Botafogo. Minutos depois, Marlos Moreno substituiu Éverton Ribeiro. Com isso, o Rubro-Negro gastou suas três substituições no jogo. 

O Flamengo continuou buscando o resultado durante o segundo tempo. O Alvinegro também teve boas oportunidades, mas nenhum lance resultou em gol. As substituições do Rubro- Negro não tiveram o efeito que Dorival Júnior esperava e o Botafogo não recuou apesar do gol sofrido. Recuperou a concentração e permaneceu ofensivo e pressionando o rival, deixando o jogo aberto até o fim. Com o resultado, o Flamengo permaneceu a 6  pontos do Palmeiras, líder da competição. Já o Botafogo está matematicamente fora do perigo de rebaixamento.  O resultado positivo valeu em dobro para o Bota, que se afastou ainda mais do Z-4 e ainda diminuiu as chances de título do rival Fla.

O próximo compromisso do Botafogo no Campeonato Brasileiro será contra a Chapecoense, na quinta-feira (15), às 17h, em Chapecó. Já o Flamengo encara o Santos, também na quinta-feira (15), às 17h, no Maracanã.

VAVEL Logo

Botafogo de Futebol e Regatas Notícias

há um dia
há 2 dias
há 3 dias
há 3 dias
há 4 dias
há 4 dias
há 6 dias
há 11 dias
há 11 dias
há 12 dias