Jogadores do CSA lamentam derrota para Avaí, mas mostram confiança: "Dependemos de nós"
Divulgação de foto: CSA

Jogadores do CSA lamentam derrota para Avaí, mas mostram confiança: "Dependemos de nós"

Mesmo depois de fazer apenas um ponto de seis possíveis em casa, Azulão ainda depende só de si para conseguir o acesso na próxima rodada

wesley-silva
Wesley Silvali

A festa estava armada para o CSA comemorar o retorno para a Primeira Divisão depois de mais de três décadas. No entanto, o Rei Pelé lotado viu a festa dos visitantes. O Avaí venceu neste sábado (17) por 1 a 0 e se aproximou muito do acesso. Ao Azulão, restou o conforto de ainda depender de si próprio e ter que vencer o rebaixado Juventude na próxima e derradeira rodada da Série B.

Esse fator de dependência própria foi o mantra dos jogadores da equipe alagoana no final do confronto. Evitando mostrar abatimento, os atletas adotaram um discurso de otimismo e relembraram seguidamente que restava fazer o próprio dever de casa para poder festejar o sonhado acesso.  Um dos destaques do time, o lateral-esquerdo Rafinha comentou o jogo de hoje e já vislumbrou o da próxima semana.

"Fizemos uma boa partida, tivemos muitas chances mas acabamos não definindo em gol e acabamos tomando um em uma bola parada. Coisas que acontecem no futebol. Já ganhamos jogo assim e hoje acabamos perdendo. Agora temos que levantar a cabeça pois estamos no caminho certo e continuamos a apenas depender de nós mesmos", falou em declaração ao canal por assinatura Sportv.

Outro lateral que se destacou na campanha do CSA, mas pelo lado direito, Celsinho teve um discurso muito parecido com o do seu companheiro.

"Tivemos uma proposta de sair para o jogo, jogar no ataque e o adversário acabou achando um gol de bola parada. Nem sequer sofremos algum perigo, algo criado por eles que envolveu nossa defesa, mas uma partida é feita e definida nos detalhes. Precisamos no futuro ter maior capricho e evitar que isso volte a acontecer", encerrou.

VAVEL Logo

Serie B Notícias