Claudinei Oliveira mostra satisfação com desempenho
de equipe mas alerta: "40 pontos ainda não garante"
Técnico mostra preocupação com os próximos confrontos da Chape (Foto: Guga Matos/JC Imagem)

Claudinei Oliveira mostra satisfação com desempenho de equipe mas alerta: "40 pontos ainda não garante"

Time de Chapecó sai da zona de rebaixamento mas ainda mostra preocupação para se manter na série A 

beatrizfabbri
Beatriz Fabbri

Na briga contra o rebaixamento, a Chapecoense garantiu os três pontos contra o Sport nesta quinta-feira (22), na Arena Condá, pela 36ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. Por 2 a 1, o time de Chapecó subiu para 40 pontos na 16ª posição. O técnico Claudinei Oliveira mostrou-se satisfeito com o desempenho da equipe no confronto, onde nos dois tempos, o time segurou o rival. 

"Jogamos bem o primeiro tempo. No segundo tempo, eles ficaram com mais jogadores no nosso campo, mas sem chances reais. Quando colocamos a bola no chão, conseguimos a transição. Quem sabe nos últimos 15 minutos faltou um pouco de perna. Até pode acontecer, mas não garante. Estou muito satisfeito. Canteros bateu recorde como jogador que mais correu em campo. Acho que o volume do Sport foi enganoso. Chape foi melhor o tempo todo", afirma o treinador.

Segundo Claudinei, o time mantém uma boa conexão com funcionários do clube. Falou também sobre a briga para não ser rebaixado.

"Eu não fico de cara feia porque perco e nem boa porque ganho. Funcionários do clube mandaram mensagem para os jogadores. A vitória é do porteiro, segurança, roupeiro. Dou entrevista, mas embaixo do iceberg tem bastante coisa. Mas 40 pontos ainda não garante", disse o comandante".

Alan Ruschel atributou a vitória ao torcedor da Chapecoense e pontuou as principais dificuldades e falhas da equipe.

"As chances que tivemos no começo do jogo aproveitamos. Estivemos muito mais próximos de fazer o terceiro e o quarto gol do que tomar o primeiro, mas acabamos sofrendo um gol. Foi sofrido até o final. Se não fosse sofrido, não seria Chapecoense. A gente precisava dessa vitória, sabíamos que estávamos devendo para o torcedor. Esse jogo é um jogo de entrega. Não que não estávamos nos entregando nos outros jogos, mas, às vezes, acabávamos errando alguma coisa e éramos crucificados", ressaltou o jogador.

O próximo desafio será contra o Corinthians, na Arena Corinthians, no domingo (25), às 19h, pela 37ª rodada da Série A

VAVEL Logo