América-MG enfrenta Bahia pressionado na luta pela permanência
Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia

O América-MG recebe o Bahia no Independência, às 19h do domingo (25), pela 37ª rodada do Brasileirão. O Coelho tem situação desesperadora na tabela e precisa vencer a qualquer custo para tentar voltar a brigar pela permanência na Série A. Já o Tricolor baiano, não corre mais risco de rebaixamento. Briga apenas para se manter na zona classificatória para a Copa Sul-Americana.

Os mineiros ocupam a 18ª posição com 37 pontos. São três pontos de distância para a Chapecoense, atual 16ª colocada. Qualquer resultado diferente de um triunfo contra o Bahia torna a situação do Coelho ainda mais delicada. Se perder e a Chape empatar, o rebaixamento do América-MG se confirma.

Tensão na toca do Coelho

O retrospecto não é fator de otimismo para os mineiros. Das 12 partidas disputadas na era dos pontos corridos entre América-MG e Bahia, o Coelho venceu apenas duas vezes, contra cinco do Tricolor baiano e mais cinco empates. Por outro lado, o técnico Givanildo Oliveira tem bons números no comando do time jogando em casa. Desde 2012, foram 37 vitórias e 11 empates dos 55 jogos em que esteve à frente do clube mineiro. Um aproveitamento de 73,93%.

Por outro lado, o América-MG tem pela frente o reencontro com Enderson Moreira, atual técnico do Bahia, que comandou o Coelho no título da Série B do ano passado. Curiosamente, o jogo se passará justamente um ano após levantar aquela taça, no dia 25 de novembro de 2017.

Para a partida, Givanildo Oliveira não poderá contar com Ademir, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Seu substituto lógico, Aylon, sofreu entorse no tornozelo e é dúvida para a partida. Zé Ricardo deve voltar ao meio-campo, após cumprir suspensão contra o Palmeiras.

Logo, o América-MG deve vir a campo com João Ricardo, Norberto, Messias, Matheus Ferraz e Carlinhos; Zé Ricardo, Juninho e Matheusinho; Luan, Aylon (Robinho) e Rafael Moura.

Bahia entra em campo relaxado

O Bahia chega mais leve nesta penúltima rodada do Brasileirão. Com 47 pontos, ocupa a 11ª colocação. Não corre mais risco de cair e também não alcança mais o G-6 que daria vaga na Libertadores. O que pode servir de objetivo para o Tricolor é terminar na parte de cima da tabela. Está a penas um ponto do 9º, Botafogo, e tem a mesma pontuação do Santos, 10º.

Nino Paraíba e Marco Antônio ainda se recuperam de lesões e devem desfalcar o Tricolor baiano. Apenas cumprindo tabela, o Bahia deve vir a campo com Douglas; Bruno, Tiago, Lucas Fonseca e Léo; Gregore e Elton; Élber, Ramires e Zé Rafael e Edigar Junio.

VAVEL Logo