Claudinei Oliveira comemora permanência e reafirma desejo de ficar na Chapecoense
Foto: Sirli Freitas/Chapecoense

Claudinei Oliveira comemora permanência e reafirma desejo de ficar na Chapecoense

Treinador agradece torcida pelo apoio prestado: "Pela primeira vez me emociono antes de um jogo"

gustavomilioli
Gustavo Milioli

Depois de um jogo tenso, a Chapecoense conquistou a permanência na Série A do Campeonato Brasileiro. Com gol de Leandro Pereira, já na parte final do confronto contra o São Paulo, fez seu dever de casa e irá disputar pela sexta vez consecutiva e elite do futebol nacional em 2019.

Alívio para os quase 20 mil presentes na Arena Condá e para Claudinei Oliveira. O comandante, contratado em outubro para salvar a Chape do rebaixamento, venceu a desconfiança e cumpriu o objetivo do clube para esta temporada. Ex-treinador de Sport e Paraná, rebaixados para a Série B, ele conseguiu reerguer sua carreira no Verdão do Oeste.

"Sei que cheguei sob muita desconfiança, eram normal pelos últimos resultados. A diretoria tinha um mercado enorme para olhar, mas viu em mim a pessoa para tirar a equipe dessa situação, apesar de estar fazendo o mesmo no Paraná e não estar conseguindo. Espero ter contribuído. Tenho que agradecer", afirmou em entrevista coletiva após o duelo. 

Claudinei enalteceu a força da torcida verde e branca. Disse ter ficado emocionado ao ver as arquibancadas lotadas representando o abraço da comunidade em prol da equipe. Também, elogiou o comprometimento dos jogadores para salvar o time da queda.

"Foi a primeira vez que me emocionei antes de um jogo. Trabalho com futebol desde a base, mas foi a primeira vez. Quando sentei no banco antes de começar o jogo, eu me emocionei. Foi bonito. Não tem como falar que não é diferente, teve essa semana especial pelos dois anos do acidente, todo o envolvimento da cidade... Saber que o que você faz muda a vida de uma cidade, de uma comunidade, de um estado. Todos entenderam e vieram com esse objetivo. Estou satisfeito", revelou.

O técnico voltou a afirmar seu desejo de permanecer no clube catarinense para a próxima temporada. Após o momento de comemoração, irá discutir com a diretoria, a partir da próxima semana, sua situação.

"Eu quero ficar. Falei até na sexta-feira que, independente do que acontecesse, se fosse para iniciar um trabalho ou reestruturar o time para a Série B. A gente sabia que isso se pautaria pelo resultado, o que conseguimos. Vamos aguardar, comemorar a permanência, descansar. A partir de amanhã começamos a pensar nisso aí. Que a gente possa seguir em 2019 e continuar esse trabalho, é o meu desejo, mas temos que esperar e acertar as coisas", concluiu.

Agora, a Chapecoense concentra as atenções no Campeonato Catarinense. Com reapresentação marcada para o início de janeiro, o Verdão estreia em casa, no dia 17, contra o Marcílio Dias.

VAVEL Logo

Associação Chapecoense de Futebol Notícias

há 9 dias
há 8 dias
há 17 dias
há 17 dias
há 18 dias
há 18 dias
há 21 dias
há 25 dias
há um mês
há um mês