Retrospectiva VAVEL: Título da Copa do Brasil e decepção na Série A marcam ano celeste
(Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro EC)

Retrospectiva VAVEL: Título da Copa do Brasil e decepção na Série A marcam ano celeste

Campeão da Copa do Brasil pela segunda vez seguida, a Raposa estará na Libertadores do ano que vem

jessicaalbuquerque
Jéssica Albuquerque

O Cruzeiro encerrou o ano na oitava posição do Campeonato Brasileiro e classificado para a fase de grupos da Libertadores do ano que vem. Além disso, foi campeão mineiro vencendo o rival Atlético-MG, e bicampeão da Copa do Brasil, ao derrotar o Corinthians na final.

Melhor momento da temporada

O destaque ficou por conta do título na Copa do Brasil, o segundo seguido. Na caminhada em busca pelo título, o Cruzeiro enfrentou as equipes Athletico Paranaense, Santos, Palmeiras e Corinthians.

A final foi contra o Corinthians e a equipe mineira foi campeã ao vencer os dois jogos. A primeira partida ocorreu no dia 10 de outubro, no Mineirão. O Cruzeiro venceu por 1 a 0, com gol do meia Thiago Neves. A partida de volta foi realizada no dia 17 de outubro e terminou com mais uma vitória celeste, desta vez por 2 a 1. Robinho e De Arrascaeta marcaram para o Cruzeiro e Jadson descontou para o Timão. Com os resultados, o Cruzeiro conquistou seu sexto título na competição.

Pior momento da temporada

O Cruzeiro foi eliminado da Libertadores nas quartas de final, diante do Boca Juniors. A primeira partida ocorreu na Argentina, no dia 19 de setembro e terminou com vitória do Boca por 2 a 0.

Na partida de volta, no dia 4 de outubro, no Mineirão, o Cruzeiro precisava de uma vitória por pelo menos três gols de diferença para avançar na Libertadores. A partida terminou empatada em 1 a 1 e Sassá marcou o gol da equipe Celeste. O empate não foi necessário e o Cruzeiro se despediu da competição.

Quem foi destaque

Os meias De Arrascaeta e Thiago Neves foram os destaques do Cruzeiro. Cada um marcou 15 gols na temporada, sendo os artilheiros da equipe no ano. E foram decisivos nas conquistas do Campeonato Mineiro e da Copa do Brasil. Foram deles os gols nas partidas da final de ambos os campeonatos.

Quem decepcionou

Em seu retorno ao Cruzeiro, equipe que o revelou, o atacante Fred ficou de fora de 48 jogos da equipe por lesões. Em fevereiro, teve um estiramento na panturrilha direita. No mês seguinte, precisou fazer uma cirurgia no joelho. Com isso, ele foi desfalque da equipe em 67% dos jogos.

Os treinadores

O Cruzeiro foi uma das poucas equipes brasileiras que permaneceu o ano inteiro com o mesmo treinador, Mano Menezes. Essa é sua segunda passagem pela equipe e seu retorno foi no dia 26 de julho de 2016.

O que esperar para 2019

Mais uma vez o Cruzeiro disputará a Libertadores, competição bastante visada pelas equipes brasileiras. Em sorteio realizado no último dia 17, foi definido que a equipe estará no grupo B, juntamente com Huracán (ARG), Emelec (EQU) e Deportivo Lara (VEN).

Quanto ao elenco, a equipe pode perder nomes como Rafael Sóbis, que negocia sua recisão, e Thiago Neves, na mira do Grêmio. O zagueiro Léo renovou seu contrato até 2022. O lateral direito Mayke, que estava emprestado ao Palmeiras, foi vendido para a equipe paulista e é a única saída confirmada até agora.

VAVEL Logo