Rodrigo Caio é apresentado, esclarece fair play e afirma: "Quero fazer história"
(Foto: Alexandre Vidal/ Flamengo)

Rodrigo Caio é apresentado, esclarece fair play e afirma: "Quero fazer história"

Único reforço do Flamengo até o momento, zagueiro afirma não ser "bonzinho", promete empenho por títulos e elogia os novos companheiros no Rubro-Negro

rafalisboa
Rafael Lisboa

Após a apresentação de Abel Braga, os jogadores se apresentaram para o começo da pré-temporada no Ninho do Urubu. Único reforço do Flamengo, até o momento, para 2019, Rodrigo Caio comentou sobre o que o motivou a deixar o São Paulo e ir para o Rubro-Negro. Além disso, afirmou que chegou para ser campeão e fazer história no clube:

"Nosso objetivo é bem claro: brigar por títulos e colocar o Flamengo em seu lugar. Quem não sonha jogar no Flamengo? A grande maioria sonha, pela estrutura, por tudo que representa. Me sinto feliz e honrado. Oportunidade de retomar minha carreira. Estou muito motivado e agradecido. Minha passagem no São Paulo foi boa. Cheguei na Seleção. A partir de hoje encerro o ciclo do São Paulo. Vim para ser campeão pelo Flamengo, quero fazer história. É uma alegria imensa para mim e para minha família. Vou fazer por merecer".

Apesar de ter conquistado o ouro olímpico no Rio, o zagueiro ficou marcado pelo episódio de fair play com Jô, do Corinthians, em 2017. A cobrança que sofreu dentro do próprio vestiário e da torcida tricolor foi forte, mas o jogador explicou o que realmente aconteceu e destacou a característica dos novos companheiros:

"Foi algo não bem explicado. Não sou bonzinho. Sou justo nas minhas atitudes. Dentro de campo jogo duro, mas leal. A cobrança não tenho dúvida de que é grande dentro do elenco. Já vi no primeiro dia. Isso é sadio, faz com que o time cresça", afirmou.

O Tricolor paulista é conhecido por ter uma grande e elogiável estrutura para os jogadores e comissão técnica, na Barra Funda. Após conhecer o CT rubro-negro, Rodrigo Caio não poupou elogios e falou sobre o empenho dos jogadores em campo, para transformar essa estrutura em títulos:

"Achei sensacional (a estrutura do CT). Nas Olimpíadas eu vim, e hoje fiquei impressionado. Pela grandeza do Flamengo, é natural. Dentro de campo temos que fazer nosso trabalho. Tudo está correndo a favor. Vai ser um ano iluminado".

Por fim, o zagueiro falou sobre a parceria com Juan, sua inspiração, mesmo que por poucos meses, já que o contrato do camisa 4 se encerra em abril. Rodrigo Caio se mostrou bastante empolgado em trabalhar e ter a oportunidade de jogar com o ídolo do Flamengo, que se recupera de uma grave lesão:

"Eu sempre me espelhei no jeito de jogar (do Juan). Estou muito feliz de poder jogar ao lado dele, estar no mesmo ambiente do que ele".

VAVEL Logo