De volta ao futebol brasileiro, Alan Santos se apresenta ao Botafogo e garante entrega em campo
Foto: Vitor Silva / SSPress / Botafogo 

De volta ao futebol brasileiro, Alan Santos se apresenta ao Botafogo e garante entrega em campo

Sem atuar há 10 meses, volante retorna ao país após passagem frustrante pelo Tigres, do México, e diz: "Não vai faltar vontade"

caiocarvalho97
Caio Carvalho

Nesta segunda-feira (7), o Botafogo apresentou Alan Santos, mais um reforço para a temporada de 2019. O volante, que estava no Tigres, do México, chega por empréstimo de um ano. Após ser vendido pelo Coritiba em 2017, Alan não conseguiu vingar no futebol mexicano e foi emprestado diversas vezes. Ao todo, foram apenas 10 partidas disputadas. Seu último clube foi o Al-Ittihad, dos Emirados Árabes, onde sequer entrou em campo. 

Atualmente, o atleta soma dez meses de inatividade. Porém, isso parece não ser empecilho para o volante, que em sua primeira entrevista como jogador do Botafogo fez questão de garantir foco e entrega nas quatro linhas. Além disso, enalteceu o clima no clube e agradeceu a recepção. 

"Não guardo as coisas que passaram. Foi muito difícil ficar esse tempo sem jogar, mas serviu para me dar mais vontade. Posso errar passes, gols, mas não vai faltar vontade, podem me cobrar".

"Fui muito bem recebido, percebi um clima bom no vestiário. Conversa com o Zé foi muito boa. Recebi a notícia de vir para o Botafogo do próprio Anderson, tive a sensação de arrepio. Minha primeira impressão é um privilégio de vestir essa camisa de tanta tradição".

Perguntado sobre a volta ao Brasil, Alan Santos, de 27 anos, mostrou estar muito contente em chegar no alvinegro carioca e se disse motivado em fazer uma boa pré-temporada para estrear bem. 

"Participei de 9 Brasileiros seguidos. Queria sair do Brasil, mas não tive uma experiência familiar boa e queria voltar. Pintou essa oportunidade e não pensei duas vezes. Estou muito feliz de poder representar essa camisa que já foi vestida por vários ídolos".

"Procuro trabalhar bem minha parte técnica, também a física. Sou grato a quem fala bem de mim e também aos críticos, porque a gente tem que aprender sempre. Eu penso na minha estreia, mas não sou ansioso. Vivo cada dia de uma vez. Procuro viver agora a pré-temporada".

Por fim, o jogador revelado pelo Santos comentou sobre a disputa de posição no glorioso e rasgou elogios ao treinador Zé Ricardo

"Todo time grande como o Botafogo tem concorrência grande, temos que disputar no dia a dia. Vou estar à disposição, fazer meu melhor, competir em todas as bolas. Vou fazer meu trabalho e creio que o Zé vai escolher o melhor para o Botafogo".

"Gosto do perfil do Zé, pessoa serena, tranquila. Deu pra ver seu caráter. Tem o controle do elenco. Tem muito futuro".

O Botafogo estreia no Campeonato Carioca no dia 20 deste mês, fora de casa, contra a Cabofriense. 

VAVEL Logo