Em apresentação no Internacional, Sóbis cita gratidão a Fernandão: "Devo tudo a ele"
(Foto: Ricardo Duarte/SC Internacional)

Em apresentação no Internacional, Sóbis cita gratidão a Fernandão: "Devo tudo a ele"

Atacante e ídolo do Colorado retorna ao clube pela terceira vez na carreira

caio__vinicius
Caio Vinicius

Após oito anos de espera e longe do Beira-Rio, Rafael Sóbis está de volta ao Internacional. Nesta terça-feira (8), o atacante concedeu sua primeira entrevista coletiva e foi apresentado oficialmente.

“Fiz de tudo para estar aqui porque acredito na qualidade do grupo. Gosto e muito desta responsabilidade. Gosto de desafios. Sei que vou ser cobrado pela minha história, mas vou estar preparado. Quero falar coisas novas. Hoje é um momento único, mágico para mim. Estou realizando o meu sonho de voltar", declarou.

Questionado sobre o retorno a casa onde viveu suas maiores alegrias na carreira, Sóbis não escondeu a saudade de vestir a camisa Colorada novamente no Beira-Rio.

“O Beira-Rio é um dos estádios mais bonitos do Brasil, o melhor gramado. Estou ansioso para estar do lado da torcida que eu sempre amei e respeitei”, disse.

Um dos grandes ídolos da história recente do Inter, o atacante foi peça fundamental para o clube nas conquistas da Copa Libertadores em 2006 e 2010. Nas duas ocasiões, ele marcou nas finais e um de seus grandes amigos na época, Fernandão, falecido em 2012, se tornou uma das inspirações do jogador. Para ele, ser um exemplo para os mais jovens como o ídolo Colorado foi será de grande ajuda.

“Se eu puder fazer 10% do que o Fernando fez por mim está ótimo. Muito do que sou, do pai que sou, devo tudo a ele. Tenho que ser exemplo. Vou fazer de tudo para ser um bom espelho para os mais jovens. Vim para agregar. O que for preciso fazer da minha parte será feito para o grupo ser campeão", afirmou.

Sóbis também rasgou elogios ao técnico Odair Herlmann, que está no cargo de treinador do Internacional desde o final de 2017. “Hoje fiz o primeiro treino com bola e achei espetacular. Odair é um cara espetacular, atencioso, amigo e que faz de tudo para vencer. Hoje ele é uma realidade do nosso futebol. Precisamos de mais treinadores assim”, finalizou.

VAVEL Logo