Com Rhuan em dia inspirado, Botafogo vence Atlântico-BA e avança na Copinha
Foto: Fabio de Paula / Botafogo 

Com Rhuan em dia inspirado, Botafogo vence Atlântico-BA e avança na Copinha

Autor dos dois gols da partida, atacante decide a favor do Alvinegro carioca; adversário da próxima fase é o América-MG, que bateu o Cuiabá por 2 a 0 

caiocarvalho97
Caio Carvalho

No início da noite desta sexta-feira (11), Botafogo e Atlântico-BA se enfrentaram em São Carlos pela segunda fase da Copa São Paulo de Futebol Júnior. Em um dia inspirado do atacante Rhuan, autor dos dois gols, o Alvinegro triunfou por 2 a 0 e se classificou para a terceira fase da competição. Seu próximo adversário será o América-MG, que venceu o Cuiabá-MT pelo mesmo placar. 

Em um primeiro tempo mais truncado do que jogado, as  chances reais de gol custaram a aparecer. Apesar de controlar as ações e quase não ser incomodado, o Botafogo não conseguia chegar com efetividade no campo de ataque. Aos 19, Rhuan assustou em um chute que desviou e passou perto da trave. Aos 39, Michel arrematou de fora da área e quase abriu o marcador para os cariocas. 

A partir dos 40 minutos, a partida pegou fogo e ficou lá e cá. Recebendo cruzamento da esquerda, Italo bateu colocado e quase marcou para o Atlântico. A resposta do Alvinegro veio logo depois. Aos 47, Glauber finalizou e o goleiro espalmou para o escanteio. Na cobrança, Rhuan aproveitou-se de uma saída ruim do arqueiro William e, no último lance da etapa inicial, testou para o fundo das redes. Botafogo 1 a 0. 

O Alvinegro quase ampliou logo aos 3 do segundo tempo. Lucas Barros cruzou, Luiz Henrique raspou, e Enio empurrou para o gol. Entretanto, o jogador estava em posição irregular e o bandeira anulou. Alguns minutos depois, o Atlântico desperdiçou uma chance de ouro. O zagueiro Paulo Vitor recebeu cruzamento na área e, sem marcação, se desequilibrou e cabeceou por cima da meta. 

Aos 14, em nova chegada do Botafogo, foi a vez de Pimenta subir mais alto e testar para fora, assustando o goleiro do Tubarão da Bahia. Precisando empatar o jogo, o Atlântico se lançou para o ataque. Porém, acumulou muitos erros de passe e pouco conseguiu produzir. Foi então que, aos 24, veio a ducha de água fria. Em uma cobrança de falta perfeita, Rhuan bateu colocado e fez 2 a 0 para a equipe carioca.

A partir daí, o Glorioso fez valer sua superioridade técnica e trabalhou a bola pela maior parte do tempo, impedindo que o time baiano tentasse diminuir o prejuízo. Severamente desgastados, os atletas do Atlântico não criaram mais oportunidades e deram adeus à Copinha. Aos 47, o árbitro Pietro Stefanelli apitou pela última vez e deu números finais ao duelo. Botafogo 2 x 0 Atlântico-BA.

VAVEL Logo