Em noite de Uribe e Diego Alves, Flamengo vence Ajax nos pênaltis
(Foto: Alexandre Vidal/ Flamengo)

Em noite de Uribe e Diego Alves, Flamengo vence Ajax nos pênaltis

Colombiano marcou os dois gols do Rubro-Negro na partida, e o goleiro fez grandes defesas; o tempo normal terminou empatado, 2 a 2, e o Rubro-Negro conquistou o ponto extra nos pênaltis

italo-bruno
Ítalo Bruno

Nesta quinta-feira (10), Ajax e Flamengo se enfrentaram pela primeira rodada da Flórida Cup, no Orlando City Stadium. Mesmo sendo um torneio amistoso, a partida foi muito movimentada e, após o empate por 2 a 2 no tempo normal, o Rubro-Negro ficou com o ponto na disputa por pênaltis (4 a 3 para a equipe da Gávea). Os gols holandeses foram marcados por Huntelaar Labyad, enquanto Fernando Uribe fez os dois gols rubro-negros.

A partida começou bem dinâmica. Com as duas equipes buscando a aceleração do jogo, mas ambos esbarravam na marção adversária. Mas isso só durou até os 15 minutos, quando de pé em pé a equipe holandesa penetrou na defesa flamenguista:  Huntelaar recebeu cruzamento rasteiro da esquerda e bateu de primeira, no canto direito de Diego Alvez, que nada pode fazer, Ajax 1 a 0. O Flamengo não sentiu o golpe, e respondeu logo aos 18 minutos: Éverton Ribeiro fez lindo lançamento de trivela para Fernando Uribe, que saiu cara a cara com o goleiro Lamprou e teve frieza num lindo toque por cobertura para empatar, 1 a 1.

O gol animou o Rubro-negro, que chegou novamente. Aos 20 minutos, Éverton Ribeiro aproveitou vacilo da defesa adversária, roubou a bola, mas acabou finalizando para o alto. Aos 24, nova chegada perigosa do Flamengo. Em jogada de transição rápida, Vitinho recebeu de Uribe e arriscou de fora da área, Lamprou quase levou um frangaço e, no rebote, Éverton Ribeiro bateu sem ângulo, e o goleiro se redimiu fazendo a defesa.

O Ajax precisava se reencontrar no jogo, e após duas chegadas do Flamengo, veio a resposta holandesa com Cerny, que invadiu a área e bateu forte, mas Diego Alves fez boa defesa. Mas, aos 33, não teve perdão: Em nova jogada de pé em pé, a defesa do time da Gávea foi facilmente envolvida e Labyad recebeu passe dentro da área e fuzilou Diego Alves, 2 a 1. 

Os holandeses tomavam as rédias do jogo, os flamengistas pareciam sentir o peso do começo de temporada. Eiting e Kristensen chegaram perigosamente aos 35 e 38, em chutes de fora da área. E, aos 39, Cerný obrigou Diego Alves a fazer uma grande defesa. Daí em diante o Flamengo tentou respirar e adiantou um pouco seu time, e rapidamente mostrou estar vivo na partida; Uribe fez bela inversão para Vitinho, o camisa 11 bateu forte de canhota, mas Lamprou fez bela defesa e evitou o empate. Só que, aos 42, não teve Lamprou que desse jeito. Ele até defendeu o chute de Diego, mas a bola sobrou para Uribe, que só escorou para o fundo das redes: 2 a 2. 

A segunda etapa se iniciou com sete mudanças no Flamengo e duas no Ajax, que começou com Kristensen assustando com menos de dois minutos, mas a bola subiu demais. A partida se mantinha intensa e equilibrada. 

A primeira chance clara surgiu aos 16 minutos, e veio do lado holandês; Labyad arriscou de fora da área e Diego Alves foi obrigado a fazer nova intervenção, mais uma com grande defesa. Os europeus tinham facilidade de jogar na entrada da área do Flamengo, e o camisa 1 continuava a salvar o rubro-negro. Aos 21, Ekkelenkamp bateu forte, o goleirão do Flamengo espalmou e no rebote fez mais uma excelente defesa na partida.

Diego Alves estava realmente impossível. O camisa 1 rubro-negro voltou a aparecer aos 31, quando a bola sobrou dentro da área e Ekkelenkamp bateu no contrapé do arqueiro flamenguista, que com a mão esquerda voltou a salvar o Flamengo. 

A essa altura a equipe carioca era dominada, mostrava desentrosamento, se defendia e parecia esperar uma chance para uma jogada em que pudesse se aproveitar da velocidade de Berrío. Mas quem chegava era o Ajax: dessa vez, Lang recebeu dentro da área e para a sorte do Flamengo, o camisa 37 finalizou na trave. Era a última grande oportunidade da partida, que seria decidida nos pênaltis. 

Nas penalidades, muita competência dos batedores, até Veltman cobrar na trave e Magallán isolar sua cobrança e darem a vitória por 4 a 3 ao Flamengo. Com isso o Flamengo soma dois pontos, já o Ajax fica com um ponto. As duas equipes voltam à campo no sábado: os holandeses enfrentam o São Paulo, às 16h, e o Rubro-Negro enfrenta, às 19h, o líder Eintracht Frankfurt.

VAVEL Logo