Em apresentação, Arrascaeta celebra chegada ao Flamengo: "Quero ser Campeão”
(Foto: Divulgação/ Flamengo)

Em apresentação, Arrascaeta celebra chegada ao Flamengo: "Quero ser Campeão”

Uruguaio foi apresentado nesta tarde no Ninho do Urubu e vai usar a camisa 14

italo-bruno
Ítalo Bruno

Nesta segunda-feira (14), o Flamengo apresentou de forma oficial o meia uruguaio De Arrascaeta. O jogador que assinou com o Flamengo por cinco temporadas, e custou cerca de R$ 55 milhões, chega ao rubro-negro após muita polêmica na negociação junto ao Cruzeiro e vestirá a camisa de número 14.

O atleta esteve ao lado do vice-presidente de futebol Marcos Braz, que não escondeu a satisfação com o desfecho da negociação:
"Hoje é mais um dia de felicidade para os rubro-negros. Essa contratação foi a que mais nos deu trabalho. Mas queríamos fazer muito, pela importância técnica, pelo histórico de ser jogador de seleção uruguaia, um jogador importantíssimo nos últimos anos. Aconteceu. Agora é com ele", afirmou.


Com o 12 na costas (número que representa a torcida do Flamengo), foi assim que De Arrascaeta foi apresentado como terceiro reforço do Flamengo na temporada. O gringo se mostrou muito confiante e grato pelo esforço da diretoria rubro-negra:
"Isso me dá muita confiança. Eles acreditam no meu trabalho. Quero mostrar pras eles que posso, que estou com muita vontade".


Sobre a polêmica por não ter se apresentado ao Cruzeiro enquanto negociava com o Flamengo, De Arrascaeta evitou polemica e minimizou:
"Aconteceram algumas coisas. Futebol é isso. Jogador pode sair e pode ficar. Mas hoje meu foco é aqui no Flamengo e tentar ganhar tudo".


Ainda dentro do assunto negociação, o atleta demonstrou encarar o Flamengo como um passo necessário na carreira, e citou a palavra desafio ao explicar sua vinda: 
"Nós, jogadores, queremos novos desafios. A gente achava que vir para o Flamengo era uma coisa boa para minha carreira. A negociação eu deixei para o meu agente".


Sabendo da ideia de Abel Braga sobre montar um elenco com pelo menos dois times e dentro desse contexto promover um rodízio de atletas, o novo camisa 14 enxerga como positivo a disputa por posição: 
"Jogador tem que brigar sempre para jogar. Isso é bom para o treinador, que tem um elenco muito bom".

VAVEL Logo