Thiago Couto brilha, São Paulo bate Cruzeiro nos pênaltis e vai à semifinal da Copinha
Foto: Divulgação / São Paulo FC

Thiago Couto brilha, São Paulo bate Cruzeiro nos pênaltis e vai à semifinal da Copinha

Goleiro salvou a equipe no tempo regulamentar e defendeu duas cobranças na disputa de pênalti; Tricolor enfrentará Guarani na próxima fase

carlos-borges
Carlos Borges
CruzeiroJonathan Braz, Luiz Gustavo, Jonathan Monteiro, Edu, Matheus Pereira (Paulo); Adriano, Rômulo, Maurício (Marco Antônio); Michel (João Luiz), Caio (Guilherme Liberato), Vinícius Popó (Leonardo). Técnico: Ricardo Resende.
sao-pauloThiago Couto, Caio, Tuta, Morato e Welington (Sena); Diego, Rodrigo Nestor (Ed Carlos) e Paulinho (Vitinho); Antony (Fasson), Gabriel Novaes e Fabinho (Cássio). Técnico: Orlando Ribeiro.
Placar0-1, min 4, Paulinho. 1-1, min 51, Vinícius Popó.
INCIDENCIASQuartas de Final da Copa São Paulo de Futebol Júnior, Arena da Fonte Luminse (Araraquara-SP)

Cruzeiro e São Paulo se enfrentaram, nesta quinta-feira (17), pela Copa São Paulo de Futebol Júnior. Em grande partida na Arena da Fonte Luminosa, em Araraquara (SP), a vaga para a semifinal foi garantida na disputa de pênaltis, após empate por 1 a 1 no tempo normal. Nas cobranças, o Tricolor derrotou a Raposa por 6 a 5 e garantiu classificação na Copinha.

As duas equipes tiveram oportunidades de marcar durante o primeiro tempo. Logo aos quatro minutos, em falha dos zagueiros do Cruzeiro, Paulinho aproveita sobra da defesa dentro da área e abre o placar. Somente aos 28, o Tricolor teve chance de ampliar. Gabriel Novaes recebeu sem marcação, mas finaliza fraco e Jonathan Braz defendeu.

A primeira oportunidade de gol do Cruzeiro aconteceu somente aos 30, e a Raposa teve uma sequência de chances para empatar. Vinicius Popó chutou cruzado e Thiago Couto espalmou para escanteio. Após a cobrança, a bola sobrou na entrada da área, Michel abriu espaço e chutou cruzado, mas Thiago Couto, mais uma vez, defendeu. Aos 35, os mineiros chegaram novamente com perigo. Rômulo chuta e o goleiro do Tricolor defendeu. Caio pega o rebote e mais uma defesa do arqueiro, mas desta vez com o pé.

A última chance de marcar na primeira etapa foi do Time de Cotia. Aos 42, após tabela de Fabinho e Gabriel Novaes, o centroavante passou de calcanhar para Fabinho, o jogador finalizou e Jonathan Braz salvou o Cruzeiro.

O segundo tempo também começou movimentado. Nos três minutos, Maurício tentou de cabeça, e Thiago Couto salvou em dois tempos. Aos seis, após Maurício cobrar escanteio, Vinicius Popó cabeceou e empatou a partida. O São Paulo reagiu na sequência com Rodrigo Nestor. O volante arriscou um chute forte fora da área, a bola tocou na trave e foi para fora.

A partida continuou movimentada, mas sem chances reais de gol. O Cruzeiro teve chance de virar a partida aos 44 com Leonardo. Mesmo sem marcação e na cara do gol, o atacante chutou por cima do alvo. Quase no final, Gabriel Novaes, artilheiro da Copinha, recebeu vermelho direto após agredir jogador da Raposa.

Após empate no tempo regulamentar, a partida foi decidida nos pênaltis. Até a segunda cobrança, as duas equipes mantiveram 100% de acerto, na terceira penalidade, Leonardo isolou e Tuta colocou o Tricolor na frente. A Raposa fez nos dois pênaltis seguintes, mas se o São Paulo convertesse a última cobrança se classificava na competição. Vitinho bateu, mas Jonathan Braz defendeu e deixou o Cruzeiro vivo na competição.

Ambas equipes desperdiçaram suas primeiras cobranças alternativas, porém converteram a segunda. No terceiro pênalti, Paulo bateu e Thiago Couto defendeu seu segundo pênalti. Sena marcou na sequência e garantiu o São Paulo na semifinal da Copinha.

O Tricolor enfrentará o Guarani na próxima fase da competição. Local e horário ainda não foram definidos.

VAVEL Logo