Santa Cruz e Bahia travam duelo tricolor na Copa do Nordeste
Confronto dos tricolores em 2016, pela Copa do Nordeste. Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia

Santa Cruz e Bahia travam duelo tricolor na Copa do Nordeste

Clássico nordestino acontece na Arena de Pernambuco; equipes chegam na partida invictas e com retrospectos parecidíssimos 

miguel-angelo
Miguel Inácio

O Santa Cruz recebe o Bahia pela segunda rodada da Copa do Nordeste, às 16h, horário de Recife, deste sábado. Com começo otimista nas competições regionais, os dois tricolores vivem situações espelhadas.

Cada equipe tem três partidas na temporada até aqui. As duas com o mesmo retrospecto de dois empates e um triunfo convincente. Para os pernambucanos, foi a vitória por 3 a 0 contra o América-PE, na estreia do estadual. Para os baianos, goleada por 7 a 1 contra a Juazeirense na segunda rodada do Campeonato Baiano.

Como se não bastasse o retrospecto recente parecido, as duas equipes se encontram na 6ª posição de seus grupos do Nordestão: Santa Cruz no grupo A e Bahia no grupo B. Os dois com a mesma pontuação.

Cobra Coral agitada

Estendendo o equilíbrio, o retrospecto recente de confrontos entre os tricolores na Copa do Nordeste está empatado. De 2014 para cá, em seis partidas disputadas, cada equipe venceu duas vezes, com outros dois empates.

Mas o clima começou a se agitar pelas bandas do Arruda. O estádio recifense passa por reformas no gramado, que não terá condições de receber a partida. Por isso, a realização do jogo na Arena de Pernambuco. Vale ressaltar que a mudança no palco do confronto acontece depois de o técnico do Tricolor pernambucano, Leston Júnior, reclamar do gramado do estádio do Flamengo de Arcoverde, time do interior que enfrentou o Santa Cruz na última rodada do estadual.

Ainda se recuperando de lesão, o atacante, Pipico, e o lateral Bruno Ré são dúvidas para o clássico nordestino. O técnico Leston Júnior deixou a escalação dos dois em aberto, e só deve ser definida momentos antes da partida.

"Nós temos de aguardar. Nem completamos as 48 horas do jogo passado. É um problema do calendário que faz com que a gente tenha algumas precauções para que a gente tenha uma equipe em condições de fazer os 90 minutos de forma competitiva. É um adversário forte, que manteve comissão técnica e elenco do ano passado. E isso aumenta nossa dificuldade, uma vez que estamos em início de processo do zero. Vamos esperar um pouco mais. Só antes do almoço do sábado é que vou ter um cenário melhor em relação a quem jogou. Não foi só o jogo em Arcoverde, foi a viagem e a característico do jogo contra o Flamengo, que foi muito pegado, mais do que o normal. Então vamos esperar para tomar a decisão baseada no departamento de fisiologia", disse.

Sem tanta perspectiva de escalação dos jogadores que ainda estão em processo de transição, o time Tricolor recifense deve entrar com Ricardo Ernesto; Marcos Martins, Vitão, Danny Morais e Bruno Ré (Raphael Soares); Charles, Diego Lorenzi e Luiz Felipe; Augusto, Elias e Allan Dias.

Bahia em alta

O confronto contra o Santa Cruz será a segunda partida da equipe considerada titular do Bahia na temporada. E os baianos chegam com moral em alta para a partida. Após o triunfo por 7 a 1 contra a Juazeirense, espera-se que o Tricolor baiano comece a engrenar na temporada. Confiante, o zagueiro Jackson valorizou a importância da partida.

"Acredito que o Santa tenha a vantagem de jogar em casa. Mas vamos forte para trazer o triunfo. Muito importante para as nossas pretensões. Será importante par a gente", comentou.

Lesionados, os volantes Yuri e Elton desfalcam os baianos. Recém-contratado, o atacante Fernandão já treinou, mas ainda não será relacionado. Assim, o time de Enderson Moreira deve entrar em campo com Douglas; Nino, Jackson, Lucas Fonseca e Moisés; Gregore, Flávio e Guilherme; Artur, Rogério (Élber ou Shaylon) e Gilberto.

VAVEL Logo