Zé vê Flamengo como favorito, mas diz confiar no potencial do Botafogo: "Há como igualar"
Foto: Vitor Silva / SSPress / Botafogo

Zé vê Flamengo como favorito, mas diz confiar no potencial do Botafogo: "Há como igualar"

Treinador alvinegro assume vantagem do rival para o clássico de sábado, comenta sobre pressão em torno da equipe e confirma Jonathan no lugar de Gilson 

caiocarvalho97
Caio Carvalho

É apenas o terceiro jogo da temporada, mas o Botafogo chega pressionado para o clássico contra o Flamengo, neste sábado (26), às 17h (de Brasília), no Nilton Santos. Depois de duas atuações frustrantes - derrota por 3 a 1 para a Cabofriense e empate por 0 a 0 com o Bangu -, o Alvinegro amarga a sexta e última posição do Grupo C da Taça Guanabara

Em entrevista coletiva concedida após o último treinamento visando o duelo contra o Rubro-Negro, Zé Ricardo fez questão de citar o favoritismo do rival perante as outras equipes, mas também disse crer no potencial dos seus atletas para conseguir sair vencedor de campo. 

"Seria utópico falar que não, mas existem algumas maneiras para tentar diminuir ou igualar essa diferença que hoje é real. Nossos jogadores estão bem conscientes, tenho uma equipe corajosa, que quer vencer e acertar logo. Podemos ser competitivos com o elenco que temos. Precisamos retomar a confiança, e nada como um clássico para trazer a confiança de volta". 

"É uma realidade, é um fato, mas temos a obrigação de fazer um jogo melhor amanhã e tentar diminuir essas diferenças com boa estratégia, estando bem concentrado, errando o mínimo. A realidade é difícil, mas vestimos uma camisa enorme. Temos que honrar essa camisa da melhor forma. Apesar dos resultados ruins, temos muita fé que esse grupo vai dar a resposta".

O treinador comentou sobre o fato do Botafogo já estar sob pressão tão cedo no Carioca. Zé assumiu que realmente não esperava essa situação, mas que a torcida tem direito de cobrar um futebol de melhor qualidade. 

"A gente não esperava chegar nessas condições de pressão, mas poderia acontecer. Realmente existe uma pressão por jogar melhor. Jogando melhor, certamente estaremos perto de bons resultados. Clássico importante. O empate nos coloca em situação complicada. Temos que traçar uma estratégia e executá-la de forma competente para tentar vencer o jogo".

Perguntado sobre o substituto de Gilson na lateral-esquerda, o técnico confirmou Jonathan como titular para o clássico e avaliou o perfil do jogador de 20 anos. 

"Preparado ele está. Se não, não teria chegado ao profissional do Botafogo. Logicamente que os jogos vão dando caixa. Tem treinado desenvolto, normalmente, e tem o apoio do grupo e da comissão. Tem tudo para fazer um bom jogo.  Bons fundamentos na defesa e no ataque. Passamos coisas para que ele se sinta mais à vontade para fazer um jogo bom. Característica próxima do Gilson. Além dele, optamos pelo Lucas Barros, que fez boa Copa São Paulo". 

Questionado sobre qual posturá seu time adotará diante do poderoso elenco do Flamengo, Zé Ricardo falou sobre a necessidade de estar equilibrado para aproveitar os espaços e obter o triunfo. 

"A gente tem que ter equilíbrio. Não podemos abrir mão do ataque. Botafogo vai jogar da maneira que a gente quer que jogue na temporada. Estamos treinando muito forte. Vamos ver um time equilibrado, tentando buscar bem os espaços do campo e negar os espaços para o Flamengo". 

VAVEL Logo