Rafael Guanaes lamenta derrota do Atlhetico: "Único time que jogou"
Foto: Divulgação/ Athletico-PR

Rafael Guanaes lamenta derrota do Atlhetico: "Único time que jogou"

Clássico foi movimentado com pênalti e expulsão; Coritiba venceu por 2 a 1

matheus-gabriel
Matheus Gabriel

O Athletico-PR recebeu o Coritiba nesta noite de quarta-feira (30), na Arena da Baixada, pela 4ª rodada do Campeonato Paranaense de 2019. Mesmo com a expulsão de João Vítor logo no primeiro tempo, o Furacão não conseguiu quebrar o bom setor defensivo do Coxa e saiu derrotado da Arena.

Na segunda etapa a pressão foi constante, e a equipe rubro-negra chegou ao primeiro gol com Bergson, de pênalti. O técnico Rafael Guanaes comentou.

“A gente fica muito chateado não só pelo resultado e pelas chances perdidas, mas por ser mais um jogo em casa e por ser um clássico, com a importância que tem para o torcedor e para todos nós. Com certeza não foi um resultado justo, pelas chances criadas, porque nós fomos o único time que decidiu jogar”, disse.

A etapa inicial foi dominada pelo Coritiba até a expulsão do camisa 7, quando conseguiu abrir uma vantagem de dois gols. O fator numérico não foi bem aproveitado pelo Athletico, e o técnico comentou a falta de tentos no primeiro tempo.

“Faltou ser mais contundente no primeiro tempo, ser mais vertical, buscar finalizar mais. Tomamos gols bobos, logo no início. No segundo tempo, a equipe foi mais agressiva, em busca do placar, criando chances”, pontuou.

Para Guanaes, o que faltou foi pontaria para virar o jogo e sair da Arena com a primeira vitória no ano diante da torcida.

"A gente finalizou bastante. Tivemos de nove a dez chances claras de gol, contra um time que colocou 11 jogadores dentro da área. Tentamos de diversas formas, mas não fomos felizes na hora de finalizar. A ideia era martelar mesmo. Não faltou esforço, nem alternativas. Só um detalhe na hora de definir”, completou.

Agora, o jovem treinador rubro-negro tem de pensar na próxima partida, contra o outro rival, Paraná, fora de casa, no domingo (3), às 17h. O Coritiba pega o Londrina, no Couto Pereira, um dia antes, no sábado (2), às 20h.

VAVEL Logo