Após vitória do CSA, Cabo revela ponto fraco do Sampaio: "Dificuldade de jogar sob pressão"
Marcelo Cabo em entrevista coletiva (Foto: Gustavo Henrique/CSA)

Após vitória do CSA, Cabo revela ponto fraco do Sampaio: "Dificuldade de jogar sob pressão"

Colocando em prática o estudo sobre o adversário, o CSA venceu a primeira na Copa do Nordeste, com um gol de Régis e dois de Patrick Fabiano, e chegou à liderança do grupo, com cinco pontos

leo_silva997
Leonardo José

Sem dificuldades e fora de casa, o CSA goleou o Sampaio Corrêa por 3 a 0 e assumiu a liderança do grupo B da Copa do Nordeste. Mesmo com a sequência forte de jogos e sem tempo para treinamentos intensos, o técnico da equipe alagoana revelou como se preparou para o confronto.

— A gente está tendo muita dificuldade pela sucessão de jogos, está sem tempo de treinar. Então, a gente buscou ajustar a equipe nos vídeos, nas conversas, na palestra, no estudo do adversário. E a gente sabia que, dentro de casa, (o Sampaio) é uma equipe muito forte, principalmente, a sua intensidade de marcação. Uma equipe que marcou muito forte, foi muito intensa e a gente sabia que precisava não deixar eles com a bola no nosso campo.

Sabendo da dificuldade dos maranhenses em ter a bola no pé, Marcelo Cabo contou como conseguiu aniquilar o Tubarão Boliviano em pleno Castelão, em São Luís.

— Por isso (dificuldade do adversário em sair jogando) que eu adiantei a marcação, marquei pressão, para que a gente pudesse jogar mais com a bola, diferente do que foi com o Fortaleza, e com presença no campo do adversário. E a gente sabia que eles tinham um pouco de dificuldade de sair na marcação pressão.

O treinador do Azulão também fez sua análise referente a sua equipe.

— No primeiro tempo, eu achei que a gente precisava ficar um pouco mais com a bola, jogar um pouco mais apoiado... Mas, assim, conseguimos o gol, que foi muito importante para, no intervalo, corrigir aquilo que precisava ser corrigido.

— No segundo tempo, jogamos com muita sabedoria. O importante é que voltamos para o segundo tempo, não baixamos linha, continuamos marcando pressão, como eu tinha idealizado para iniciar o jogo. Uma marcação alta e, numa roubada de bola dessa, fizemos o segundo gol. A equipe se houve muito organizada no segundo tempo e eu acho que o placar foi justo pelo que a gente apresentou no jogo.

No fim da coletiva pós-jogo, Marcelo ressaltou a importância de ter vencido o atual campeão da Copa do Nordeste.

— Eu acho que foi uma vitória muito importante, que nos dá a liderança do grupo. Há de se ressaltar que a gente ganhou do último campeão da Copa do Nordeste, tem que saber que vencer o Sampaio Corrêa fora de casa é uma missão muito difícil pela sua tradição, pelo time muito forte dentro do Castelão, mas eu acho que a equipe se houve muito bem.

Agora, o próximo compromisso do CSA é a estreia na Copa do Brasil 2019, contra o Mixto-MT, na Arena Pantanal, às 21h30 (horário de Brasília), na próxima quarta-feira (6). Em seguida há o maior clássico de Alagoas, no Rei Pelé, diante do CRB. Pelo Campeonato Alagoano, os rivais entram em campo às 17h (de Brasília).

VAVEL Logo