Poupando titulares, São Paulo enfrenta Ponte Preta pelo Paulistão
Foto: Divulgação / São Paulo FC 

Poupando titulares, São Paulo enfrenta Ponte Preta pelo Paulistão

Ambas equipes chegam pressionadas para o duelo válido pelo Paulistão

isabella-molina
Isabella Molina
ponte-pretaIvan; Arnaldo, Renan Fonseca, Reginaldo e Diego Renan; Nathan, Igor Henrique, Gerson Magrão (Hugo Cabral) e Matheus Vargas, Matheus Oliveira e Thalles. Técnico: João Paulo Sanches.
sao-pauloJean; Igor Vinícius, Bruno Alves, Rodrigo e Léo; Willian Farias e Araruna; Nenê (Jonatan Gomez), Helinho e Everton Felipe; Gonzalo. Técnico: André Jardine.

Ponte Preta e São Paulo se enfrentarão neste sábado (9), às 19h, no Estádio Moisés Lucarelli, pela sexta rodada do Campeonato Paulista. As duas equipes passaram por uma semana conturbada e chegam em clima de pressão para a partida.

Com a recente demissão do técnico Mazola Júnior, após a derrota para o Bragantino por 2 a 1, a Macaca chega tensa para o duelo, assim como o Tricolor, que corre risco de ser eliminado da Copa Libertadores depois perder por 2 a 0 para o Talleres, da Argentina, na última quarta-feira (6).

Os times não se enfrentam desde o segundo turno do Brasileirão de 2017, jogo em que as equipes empataram por 2 a 2, no Estádio do Morumbi.

Contra o Tricolor Paulista, no Majestoso, a Ponte soma quatro vitórias seguidas. A última vez que perdeu para o São Paulo, em casa, foi no Paulistão de 2015. Desde então, ganhou por 1 a 0 todas as partidas que aconteceram no Moisés Lucarelli

Macaca busca reabilitação

Após a demissão do treinador Mazola Júnior, que, na temporada, conquistou apenas uma vitória em cinco partidas, a Ponte vem tensa.

A equipe precisa de reabilitação para aliviar a pressão da torcida e se manter em uma posição segura, em relação ao rebaixamento, na tabela geral.

Jorginho, vice-campeão da Sul-Americana de 2013 pela própria Alvinegra de Campinas, foi anunciado nesta sexta-feira (8) como novo técnico do clube. Ele acompanhará a partida em Campinas, mas só irá assumir na segunda-feira (11), quando será apresentado.

Contra o São Paulo, quem irá comandar o time será o interino João Paulo Sanches, que é o auxiliar fixo da casa.

Tricolor pressionado

Apesar de estar em posição confortável no Campeonato Paulista, liderando o Grupo D, com nove pontos, a equipe do São Paulo vem pressionada, após a derrota por 2 a 0 contra o Talleres, tendo a obrigação de vencer do clube argentino por 3 a 0 para evitar eliminação precoce na Copa Libertadores.

A pressão maior é sob o técnico André Jardine, que em 13 jogos no comando do Tricolor, tem apenas quatro vitórias, além de dois empates e sete derrotas, resultando em um aproveitamento de 38,5%. A diretoria está bancando a permanência do treinador, mas o jogo contra os argentinos será totalmente decisivo para o futuro do comandante.

A tendência é que Jardine preserve os principais nomes para o jogo de volta da Libertadores, na quarta-feira (13), e escale o time reserva para enfrentar a Ponte Preta.

MEDIA: 5VOTES: 2
VAVEL Logo